Jim Carrey critica aplausos a Will Smith após tapa em Chris Rock no Oscar: 'Fiquei enojado'

Julia Queiroz* - O Estado de S. Paulo

Carrey condenou atitude de Will Smith na cerimônia e disse que processaria o ator se estivesse no lugar do comediante

Jim Carrey comentou o tapa de Will Smith em Chris Rock no Oscar durante entrevista em programa norte-americano.

Jim Carrey comentou o tapa de Will Smith em Chris Rock no Oscar durante entrevista em programa norte-americano. Foto: Mario Anzuon/REUTERS e Brian Snyder/REUTERS

Mais uma personalidade de Hollywood comentou a polêmica entre Will Smith e Chris Rock no Oscar: o ator Jim Carrey. Em entrevista ao programa norte-americano CBS Mornings, ele criticou a plateia da cerimônia por ter aplaudido Smith durante o discurso que realizou ao ganhar o prêmio de melhor ator, momentos após ter dado um tapa no comediante.

A agressão aconteceu quando Chris Rock subiu ao palco para apresentar a categoria de melhor documentário e fez uma piada com a aparência de Jada Pinkett Smith, mulher de Will. Ela tem uma condição chamada alopecia, que gera queda de cabelo. Após a fala, Smith subiu no palco e deu um tapa no rosto de Rock. 

Momentos depois, o ator foi ao palanque novamente para receber a estatueta do Oscar. "Fiquei enojado pelo ovação de pé. Eu sinto que Hollywood é covarde em massa. Foi como uma indicação muito clara de que não somos mais o 'clube legal'", disse Jim Carrey sobre o momento.

 

Ele declarou que acredita que o protagonista de King Richard deveria ter sido retirado do local. "Se você quiser gritar com o público e mostrar desaprovação ou dizer algo no Twitter, [tudo bem]. Mas você não tem o direito de subir no palco e dar um tapa na cara de alguém porque disseram algumas palavras", continuou o ator. 

Durante a entrevista, a apresentadora Gayle King mencionou o fato de que Chris Rock não quis prestar queixa contra Smith. Carrey disse que, se estivesse no lugar do comediante, teria processado o ator por 200 milhões de dólares, porque "aquele vídeo estará lá para sempre. Será onipresente".

Em seguida, Gayle pontuou que a situação escalou até aquele ponto, mas ele rebateu: "Não escalou, veio do nada porque Will tinha algo acontecendo dentro dele que o frustou". O ator de O Grinch ainda esclareceu que não tem nada contra Will Smith, mas afirmou que sua atitude foi egoísta: "Ele fez ótimas coisas, mas aquilo não foi um bom momento. Isso criou uma sombra sobre o momento brilhante de todos na noite passada".

Na segunda-feira, 28, Will Smith publicou um pedido de desculpas a Chris Rock e ao público por sua atitude na cerimônia do Oscar. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, que realiza a premiação, soltou um comunidade sobre o ocorrido e disse que vai abrir uma revisão formal em torno do incidente.

 

*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais