Jared Leto cogita abandonar carreira de ator no futuro

- BANG Showbiz

Por outro lado, o ator não se imagina longe de sua banda 30 Seconds to mars

Foto: Reprodução/Instagram

Jared Leto, que atualmente está no cinema como Coringa em Esquadrão Suicida, consegue imaginar um dia no qual ele vai virar as costas para sua carreira no cinema, pois deseja fazer outras coisas e não acha que seu trabalho estará no mesmo padrão do que é agora em algumas décadas.

Em entrevista à revista Rolling Stone, ele disse: "Acho que eu poderia simplesmente ir embora. Há um grande mundo lá fora. Há muito para explorar. Algumas pessoas se divertem fazendo isso aos 80 ou 90 anos e há grandes exemplos de diretores e atores fazendo trabalhos maravilhosos quando eles estão mais velhos, mas não acho que eu iria. Mas o que eu sei? Não tenho ideia. Acho que seria interessante explorar outros caminhos".

No entanto, apesar de ver a si mesmo desistindo da carreira de ator, o galã de Hollywood não consegue imaginar um dia sem sua banda 30 Seconds To Mars. "Penso na banda como uma extensão da nossa vida. Não é nosso trabalho - é muito mais sobre quem somos. Eu não. É tão pessoal. Não acho que isso iria realmente embora um dia", revelou.

De qualquer forma, ele diz que não sabe se o grupo, composto por ele, seu irmão Shannon Leto e Tomo Miličević, vai continuar fazendo turnês da mesma maneira que fizeram no passado.

Com o sucesso do grupo 30 Seconds To Mars na última década, Jared reduziu seus compromissos no cinema e admitiu que ficar um tempo afastado das telonas o fez questionar suas habilidades e se perguntar se ainda queria voltar a atuar.

Ele disse: "Eu me perguntava se eu tinha algo a oferecer e se eu estava interessado em alcançar isso. Eu tinha um prato muito cheio com a música naquela época, e sabia que eu tinha de colocar tudo nesta área para que pudesse dar certo".

"Naquele ponto, o impossível estava acontecendo. Nós estávamos tocando em arenas ao redor do mundo e liderando alguns dos maiores festivais do mundo. Nós realmente vimos algo crescer e ser construído, e foi como, você sabe, nós sabíamos que tínhamos que fazer isso. Era necessário fazer esse tipo de coisa, concentrar-se, ter comprometimento. E eu estou feliz que eu fiz isso. Eu não tenho nenhum arrependimento", completou Leto.