Irmão de humorista Fausto Fanti, que morreu há cinco anos, revela que está com depressão

Redação - O Estado de S.Paulo

‘Não ache que é frescura, procure um psicólogo e um psiquiatra’, aconselha Franco Fanti

O humorista Fausto Fanti tinha 35 anos e interpretava o personagem Renato, do Hermes e Renato, além de outros papéis em esquetes do grupo.

O humorista Fausto Fanti tinha 35 anos e interpretava o personagem Renato, do Hermes e Renato, além de outros papéis em esquetes do grupo. Foto: Divulgação/MTV

O roteirista Franco Fanti usou as redes sociais nesta terça-feira, 30, para fazer um desabafo sobre saúde mental. O irmão dele, o humorista Fausto Fanti, da dupla Hermes e Renato, cometeu suicídio há cinco anos.

No Instagram, Franco publicou uma foto em que aparece com Fausto e a sobrinha Nina, todos sorrindo. A morte do humorista aconteceu 13 dias depois.

“Essa postagem, como faço todos os anos, é para conscientizar o maior número de pessoas que conseguir sobre a importância de cuidar da sua cabeça. É minha forma de fazer com que o suicídio do meu irmão e de tantas outras pessoas não tenha sido em vão. Depressão mal cuidada leva frequentemente ao suicídio. Ponto”, afirmou.

Franco ressalta que a depressão é uma doença invisível e que não pode ser negligenciada. “Não ache que é frescura. Sentiu que sua cabeça não tá legal? Procure um psicólogo e um psiquiatra. Por favor, não fale ‘vai passar’ porque, para quem tem um desequilíbrio químico no cérebro, não vai. Entenda que pode atingir qualquer um”, alerta o roteirista do programa Lady Night.

Ele conta que foi diagnosticado com um tipo específico de depressão, ‘bipolar do tipo B’, e diz que está tomando estabilizador de humor. Franco Fanti enfatiza que, agora, está se sentindo melhor.

“Exponho minha intimidade, de forma que não costumo fazer aqui, na esperança que esse relato sirva de ajuda, alerta e inspiração para quem acha que não está com a saúde mental em dia. Busque ajuda. Não tenha preconceito. Eu achava que minha oscilação de humor e forma de pensar era normal de ser do signo de câncer e quando fui ver era depressão. Isso é uma piada, mas é real também”, concluiu.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

SOBRE SAÚDE MENTAL Eu, minha sobrinha e meu irmão. Isso foi no meu aniversário 17/7/2014. A gente, comeu, riu e se divertiu com a Nina imitando meu biquinho na foto. 13 dias depois, 30/7/2014 ele se matou, há exatos 5 anos atrás. Essa postagem é, como faço todo ano nessa data, pra conscientizar o maior número de pessoas que conseguir sobre a importância de cuidar da sua cabeça. É minha forma de fazer com que o suicídio do meu irmão e de tantas outras pessoas não tenha sido em vão. Depressão mal cuidada leva frequentemente ao suicídio. Ponto. Depressão é uma doença, que ao contrário de outras físicas, é invisível. Não ache que é frescura, sentiu que sua cabeça não tá legal? Procure um psicólogo e um psiquiatra. Por favor, nao fale “vai passar”, pq pra quem tem um desequilíbrio químico no cérebro NÃO VAi. Não fale “fica bem”, que eu vou ter que te responder ironicamente “nossa, como não tinha pensado nisso antes?” Entenda que pode atingir QUALQUER UM. Importante saber que existem tipos depressão, como a bipolar do tipo B, a qual acabei de ser diagnosticado. Estou tomando um estabilizador de humor a base de litium, substância que estava em falta no meu organismo, e estou me sentindo ótimo já. Exponho minha intimidade, de forma que não costumo fazer aqui, na esperança que esse relato sirva de ajuda, alerta e inspiração pra quem acha que não está com a saúde mental em dia. Busque ajuda. Não tenha preconceito. Eu achava que minha oscilação de humor e forma de pensar era normal de ser do signo de câncer e quando fui ver era depressão. (Isso é uma piada, mas é real tb) #depressãonãoéfrescura #saudemental #prevencaoaosuicidio

Uma publicação compartilhada por Franco Fanti (@francofanti) em