Hugh Grant sobre casamento: 'Uma coisa bem agradável a se fazer'

Redação* - O Estado de S.Paulo

Ator selou em maio sua união com a produtora sueca de TV Anna Eberstein, com quem tem três filhos

O ator Hugh Grant durante a première do filme 'Paddington 2' em Londres.

O ator Hugh Grant durante a première do filme 'Paddington 2' em Londres. Foto: REUTERS/Mary Turner/File Photo

Conhecido por sua aversão ao matrimônio, o ator britânico Hugh Grant, que finalmente cedeu e se tornou um homem casado em maio deste ano, disse ter trocado alianças por um motivo simples: praticidade. “Nós temos três filhos juntos, nós moramos juntos, e eu não gosto do momento na imigração”, disse Grant em entrevista.     

Grant, que se consagrou fazendo papéis de desajeitados homens ingleses em comédias românticas como Quatro Casamentos e Um Funeral Um Lugar Chamado Notting Hill, se casou com a produtora sueca de TV Anna Eberstein, com quem tem três filhos, em uma discreta cerimônia civil realizada em Londres.     

“Os funcionários da imigração diriam: ‘ok, todos os Grant por aqui’, e eu seguiria com meus filhos. ‘E todos os outros por ali’. Ela iria com as babás. Não seria correto”, disse o ator que, em várias ocasiões, já havia falado sobre não acreditar em casamento. “Eu ainda acho que é uma coisa sem sentido, e minha esposa também, inclusive. Mas parecia uma coisa bem agradável a se fazer”, acrescentou.

Andie MacDowell e Grant em' Quatro Casamentos e Um Funeral', 1994, que arrecadou US$ 260 milhões

Andie MacDowell e Grant em' Quatro Casamentos e Um Funeral', 1994, que arrecadou US$ 260 milhões Foto: Divulgação

Atualmente, Grant se prepara para estrear a minissérie A Very English Scandal, que vai ao ar nos Estados Unidos a partir de sexta (29) pela Amazon. O ator interpreta o falecido líder liberal britânico Jeremy Thorpe, que foi julgado e absolvido por ter conspirado para assassinar seu ex-amante, Norman Scott, na década de 1970. 

*com informações da agência Reuters