Homenagens a Stephen Hawking vão de Katy Perry a Theresa May

redação - O Estado de S.Paulo

Personalidades da ciência, da cultura pop e líderes mundiais relembraram o legado do físico britânico

Stephen Hawking morreu aos 76 anos.

Stephen Hawking morreu aos 76 anos. Foto: Andrew Cowie/AFP Photo

Stephen Hawking: britânico, físico, pesquisador e um dos maiores cientistas do mundo. Além de contribuir para a ciência com teorias que mudariam a forma como entendemos o universo - inclusive tentar uma explicação plausível para o que existia antes do Big Bang -, ele foi eternizado em participações especiais em séries, animações e filmes. 

O legado de Hawking é notável e a morte dele, aos 76 anos, foi lamentada não só por personalidades do mundo científico, mas por líderes mundias e personalidades da cultura pop, como Katy Perry. Veja a repercussão:

"Há um grande buraco negro no meu coração antes do Dia de Pi. Descanse em paz, Stephen Hawking", escreveu Katy Perry no Twitter, fazendo referência às teorias do cientistas sobre buracos negros no universo e ao dia que homenageira a constante de Pi (π) da matemática, celebrado nesta quarta-feira, 14.

Al Jean, escritor e produtor de Os Simpsons, comentou que Hawking tinha "um senso de humor tão vasto quando o universo". O físico chegou aparecer em alguns episódios da animação.

O perfil da série The Bing Bang Theory também fez uma "amorosa" homenagem a Hawking com uma foto de quando ele participou da produção. "Obrigado por nos inspirar e o mundo."

O ator e humorista Kumail Nanjiani, disse que ficou "realmente muito triste" ao saber da morte de Hawking. "Se você não leu, leia Uma Breve História do Tempo. Isso fará o mundo se sentir mais incrível, bonito e estranho. Isso também fará você se sentir inteligente e estúpido ao mesmo tempo", escreveu, ao citar um livro escrito pelo físico.

O ator Eddie Redmayne, que interpretou Hawking no filme A Teoria de Tudo, disse que o mundo perdeu um "cientista surpeendente", com "uma mente bonita" e "o homem mais divertido que eu tive o prazer de conhecer". Em 2014, Redmayne ganhou o Oscar pela sua interpretação do físico. "Meu amor e meus pensamentos estão com essa família extraordinária", acrescentou em um comunicado.

Os atores Felicity Jones e Eddie Redmayne, do filme "A Teoria de Tudo", ao lado de Stephen Hawking. 

Os atores Felicity Jones e Eddie Redmayne, do filme "A Teoria de Tudo", ao lado de Stephen Hawking.  Foto: Justin Tallis/AFP Photo

O astronauta Chris Hadfield disse que um "gênio é tão fino e raro" e que Hawking "inspirou e ensinou todos nós."

A primeira-ministra britânica, Theresa May, também falou sobre a "mente brilhante e extraordinária do físico britânico. "Um dos maiores cientistas desta geração. Sua coragem, humor e determinação para conseguir o máximo da vida foi uma inspiração. Seu legado não será esquecido", declarou a premiê.

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi também relembrou a "coragem e tenacidade" de Hawking, que "inspiraram pessoas em todo o mundo. A morte dele é angustiante. O trabalho pioneiro do professor Hawking fez do nosso mundo um lugar melhor. Que a sua alma descanse em paz", escreveu.

Na capela da faculdade de Gonville and Caius College, na Universidade de Cambridge, foi deixado um livro de condolências para que as pessoas pudessem deixar suas homenagens ao físico.

Livro de homenagens a Stephen Hawking na Universidade de Cambridge.

Livro de homenagens a Stephen Hawking na Universidade de Cambridge. Foto: Chris Radburn/Reuters

Na galeria abaixo, relembre as participações de Stephen Hawking em séries de televisão