'Hoje em dia a gente não fica muito tempo junto', diz Chitãozinho sobre Xororó

Redação - O Estado de S.Paulo

'Aprendemos com os anos que é assim que precisa ser', complementou o irmão

Chitãozinho e Xororó.

Chitãozinho e Xororó. Foto: Reprodução de 'Altas Horas' (2018) / Globo

Os irmãos Chitãozinho e Xororó, uma das duplas sertanejas mais conhecidas do Brasil, falaram sobre como se dá a convivência entre os dois após 48 anos de carreira.

"Hoje em dia a gente não fica muito tempo junto. A gente trabalha muito todo final de semana, mas a gente se diverte separado, não vive o cotidiano. Aí não ia aguentar", comentou Chitãozinho durante conversa no Altas Horas do último sábado, 22.

Em seguida, Xororó concordou com o irmão e deu uma explicação: "Foi a maneira que a gente encontrou. Aprendemos com os anos que é assim que precisa ser, senão a gente fala de trabalho o tempo todo."

Chitãozinho também relembrou o início da carreira: "A gente cantava porque [tinha] necessidade, porque gostava. Já nascemos assim, desde menino a gente gostava de cantar e mostrar a música, principalmente o sertanejo, [que] naquela época era meio marginalizado, não tinha muito espaço na mídia."

Além de Chitãozinho e Xororó, participaram também do Altas Horas as duplas sertanejas Zezé Di Camargo e Luciano, Bruno e Marrone e Marcos e Belutti, além do cantor Marciano.