Harry e Meghan terão fundação de caridade separada de William e Kate

Agência - Reuters

Segundo especialistas em assuntos da família real, o movimento foi o último de uma série na divisão dos deveres públicos dos casais

Príncipe William e Kate Middleton, duque e duquesa de Cambridge, ao lado de Meghan Markle e príncipe Harry, duquesa e duque de Sussex, em dezembro de 2018.

Príncipe William e Kate Middleton, duque e duquesa de Cambridge, ao lado de Meghan Markle e príncipe Harry, duquesa e duque de Sussex, em dezembro de 2018. Foto: Hannah Mckay/Reuters

O príncipe Harry e Meghan Markle vão realizar trabalhos de caridade separados da fundação do príncipe William e Kate Middleton, disse o Palácio Kensington nesta quinta-feira, 20.

O duque e a duquesa de Sussex vão criar sua própria fundação de caridade no fim deste ano. A Fundação Real, no entanto, que já dura uma década, vai seguir sendo o principal meio filantrópico dos herdeiros do trono William, irmão mais velho de Harry, e Kate.

Segundo especialistas em assuntos da família real, o movimento foi o último de uma série na divisão dos deveres públicos dos casais.

Eles já separaram formalmente suas casas, e Harry e Meghan mudaram funcionários e escritórios do Palácio de Kensington para o Palácio de Buckingham no início deste ano.

Meghan e Harry se mudaram para a propriedade da família real em Windsor, a oeste de Londres,  enquanto William e Kate permanecem na área do Palácio de Kensington.

Jornais britânicos especulam há meses sobre diferenças e disputas entre os irmãos e suas cônjuges e alguns apontaram que a decisão sobre a Fundação Real seria outro exemplo disse.

"Essas mudanças são planejadas para complementar o trabalho e as responsabilidades de Suas Altezas Reais, enquanto se preparam para assumir seus papéis futuros, e para alinhar melhor suas atividades de caridade com suas novas famílias", disse o Palácio de Kensington em comunicado.