Harry chega ao Canadá para se preparar para vida de 'plebeu'

Mekhla Raina, Rama Venkat e Michael Holden - Reuters

Meghan Markle foi fotografada passeando com Archie e seus cães em um parque na ilha de Vancouver

Príncipe Harry participa de evento no Palácio de Buckingham em janeiro de 2020

Príncipe Harry participa de evento no Palácio de Buckingham em janeiro de 2020 Foto: Toby Melville/Reuters

O príncipe britânico Harry chegou ao Canadá para se juntar a sua esposa Meghan enquanto o casal se prepara para uma nova vida depois de concordar em parar de usar seus títulos reais como parte de um acordo para acabar com uma crise na família Windsor.

Harry foi visto chegando na ilha de Vancouver, no Canadá, pela Sky News, poucos dias depois de chegar a um acordo com a rainha Elizabeth e a realeza de que ele e sua esposa Meghan vão deixar para trás seus papéis reais para buscar um futuro independente.

O Palácio de Buckingham e a rainha disseram no sábado, 18, que Harry e Meghan não serão mais membros da família real. Eles não usariam seus títulos "Alteza Real" e pagariam suas próprias despesas, libertando-os para criar um novo futuro no Canadá e nos Estados Unidos.

Harry foi visto chegando nesta segunda, 20, ao aeroporto internacionalde Vancouver, no Canadá

Harry foi visto chegando nesta segunda, 20, ao aeroporto internacionalde Vancouver, no Canadá Foto: Mark GoodNow AFP)

Harry admitiu que não queria se afastar completamente de sua vida real e suas nomeações militares, mas disse que não havia outra opção. "Isso me traz uma grande tristeza por ter chegado a isso", disse no domingo, 19.

A atriz americana Meghan Markle voltou ao Canadá em 10 de janeiro para ficar com o filho Archie, e Harry voou na noite desta segunda-feira, 20, para se juntar a ela.

O duque e a duquesa de Sussex, título formal que o casal continuará usando, passaram seis semanas no Canadá em final do ano passado antes de retornar à Grã-Bretanha.

No início deste mês, eles chocaram a família real ao anunciar publicamente que queriam mais independência, deixando o outros membros seniores magoados e desapontados, segundo fontes.

O novo arranjo, acordado após uma cúpula realizada pela rainha em sua propriedade Sandringham com a presença do pai de Harry e herdeiro do trono, príncipe Charles, e o irmão mais velho, príncipe William, entrará em vigor nesta primavera.

Espera-se que Harry realize alguns compromissos oficiais antes disso, embora não esteja claro se Meghan será envolvida. Ela foi fotografada pelo jornal Sun na terça-feira, passeando com seus cães em um parque na ilha de Vancouver perto de onde o casal ficou em uma casa isolada.

Em sua nova vida, o casal não receberá mais dinheiro público e vai pagar o custo de reformar sua casa britânica em Windsor, que os números oficiais mostram totalizaram 2,4 milhões libras (R$ 13 milhões).

Mas certos detalhes, como se o casal poderia continuar usando o título "Sussex Royal" em seu site e marca para seus futuros negócios, ainda não foram definidos ou revelados publicamente.

Questionado sobre quem pagaria por sua proteção, o ministro da justiça do Reino Unido, Robert Buckland, disse que havia uma questão sobre como o dinheiro público é gasto.

"Claramente, já foram feitos acordos sobre como essa família vai viver e como eles estão fazendo para conseguir renda privada, mas claramente tem que haver um limite", disse ele à Sky News.

"Acho que todos queremos que uma família assim esteja segura, mas ao mesmo tempo, acho que o que realmente precisa acontecer é que eles precisam entender como seu estilo de vida pode se adaptar às suas necessidades".