Giulia Be lança ‘Lokko’ em busca da ressignificação da 'menina solta'

João Paulo dos Santos - Especial para o Estadão

Arriscando em um novo estilo, Giulia se diz feliz e em paz com nova fase: ‘nunca senti nada tão certo pra mim’; assista o clipe

Giulia Be e amigos no clipe de 'Lokko'.

Giulia Be e amigos no clipe de 'Lokko'. Foto: João Arraes

Depois do sucesso da música Menina Solta, a cantora Giulia Be começa uma nova fase como artista com o lançamento de Lokko. A música que estreou nesta quinta-feira, 10, é o resultado dos seis meses sem música solo, período em que a carioca de 20 anos buscou se conhecer e se ressignificou como pessoa e artista.

Em entrevista ao Estadão, Giulia diz que viveu um tempo de reflexão sobre os dois anos de carreira e tudo que conquistou com tão pouca idade. “Eu acho que foi um momento que eu mergulhei na música, mergulhei numa nova Giulia, numa nova identidade. Eu me permiti, permiti me encontrar e experimentar”.

Após o debute na música, com seu primeiro single de carreira, Too bad, que fez parte da trilha sonora da novela O Sétimo Guardião, da Rede Globo, Giulia emplacou o hit, nacional e internacional, Menina Solta, e lançou músicas com grandes parcerias como Luan Santana e a dupla Simone e Simaria. Até música para seleção de Portugal na Eurocopa com português David Carreira, Ludmilla e Preto Show, ela fez. A cantora acredita agora estar pronta para uma nova fase na carreira com maturidade para arriscar mais e sair da zona de conforto.

“Eu precisava desse primeiro momento, dessa Menina Solta, para eu conseguir virar a menina solta que eu sou hoje, parece cafona, mas eu precisava ter escrito todas essas músicas e passado por esse processo como artista, essa primeira fase, para eu conseguir ver tudo de bom que eu aprendi e chegar nessa próxima [fase] querendo arriscar”.

A curiosidade é que Lokko não é uma música exatamente nova. Ela foi escrita há dois anos, mas assim como sua autora, foi ressignificada para fazer sentido para essa nova fase e essa nova Giulia. Segundo a cantora, Lokko é uma música que ela e os fãs gostavam, e já chegou até ser tocada em show. “Mas eu não sentia que a versão anterior me representava 100% do jeito que estava”, conta.

A nova roupagem da música traz referências da vida de Giulia e componentes de diversas fases da sua vida e daquilo que ela ouviu, além das descobertas dessa fase de ressignificação. Podemos esperar nessa nova fase, muita inspiração das músicas dos anos 1980, nacionais e internacionais, tanto como dos anos 2000 e o pop dance atual trazido por The Weeknd e Dua Lipa.    

“A música tem muitos elementos, e tentei trazer algo desde o trap, do pop, de algo mais sentimental, de algo mais falado, de coisas que nesses dois minutos conseguiram dar um ponto de partida”, explicou Giulia Be.

 

Giulia Be, de 20 anos, começa nova fase com 'Lokko'.

Giulia Be, de 20 anos, começa nova fase com 'Lokko'. Foto: LUFRÉ

 

Essa busca das novas referências e mudanças relacionadas à primeira fase de Menina Solta tiraram Giulia da sua zona de conforto e, segundo ela, foi uma mudança arriscada e diferente, mas que a deixou muito feliz com o resultado dela e da equipe na música. 

 

 

Nesses meses tudo da minha vida foi ressignificado, inclusive a Giulia Be, que já é uma outra pessoa. Então, nada mais justo do que o primeiro single ser um single ressignificado que conta uma grande história.

 

Clipe conta a história dos 'Lokkos'

Essa nova história é contada também em um clipe que será lançado nesta sexta-feira, 11, às 12h. A produção  foi gravada no Hopi Hari ao lado de influencers e amigos de Giulia. Nomes como Thayna Santos, João Guedelha, Lucas Jagger, Fernanda Schneider, Luccas Abreu, Pedro Sampaio, Danyel Marinho, Mariana Machado, Aline Werneck e Lucca Picon fazem parte da história.

“O clipe com esses meus amigos é um reflexo desse amor louco que eu tenho por eles. Cada pessoa que está ali tem uma história muito interessante para contar. Eu queria que nesse trabalho tivesse pessoas que contassem histórias, e meus amigos, que eu admiro eles com todo coração. Acredito que todo mundo que assistir esse clipe vai se sentir um pouquinho representado em cada um dos meus Lokkos.”

Giulia até brinca ao lembrar que Pedro Sampaio já havia participado de um clipe seu, mas por facetime, e que havia prometido que na participação pessoal o cachê seria melhor. Apesar das mais de 14 horas de gravação e todos os cuidados tomados para o vídeo ser gravado em meio à pandemia, a cantora afirma ter sido muito feliz fazendo o clipe.

 

Giulia Be e o ator Lucca Picon no clipe de 'Lokko'.

Giulia Be e o ator Lucca Picon no clipe de 'Lokko'. Foto: João Arraes

 

“A experiência de ter pessoas do seu lado, porque no fim do dia pessoas são tudo sabe, é o que traz o amor pra gente, e de estar com a minha equipe e meus amigos com algo que era claramente trabalho, mas que tinha um gostinho de família, é uma delícia.”

O trabalho conta com a direção de Bruno Ilogti, que já trabalhou com nomes como Fergie, Nicki Minaj, Major Lazer e Anitta, em clipes como Downtown, Sua Cara, You Already Know. Giulia conta ter ficado muito empolgada em trabalhar com Bruno desde a primeira vez que seu nome foi citado.

Além da admiração, a cantora diz que buscou aprender muito com o diretor, já que pretende ter a experiência de dirigir um projeto seu em um futuro próximo, o que quase aconteceu já em Lokko, mas Giulia decidiu segurar e ter a experiência com o diretor antes de se lançar nesse novo desafio. 

“A imagem, a luz e a fotografia estão impecáveis, o resultado fala por si só e fiquei muito feliz de ter trabalhado e aprendido tanto com uma pessoa que já trabalhou com ídolos.”

 

 

Apesar de não confirmar se Lokko faz parte de um novo álbum, Giulia Be diz que já tem novas músicas prontas na mesma linha, mas quer esperar a recepção dos fãs para que “todas as partes” estejam juntas no projeto antes de dar um próximo passo ou anúncio. 

“Acho que tem um lado meu, de ser uma menina solta (risos), de ter um espírito livre mesmo, eu tenho muita curiosidade. E isso me abre tantas portas na música que está sendo cada vez mais legal ver essa questão de se reinventar, de se ressignificar, preparar o lançamento e estruturar minha vida de acordo com isso.”

Por fim, todo esse processo de ressignificação e evolução de Giulia Be se encontra e começa com Lokko, e a vontade da carioca é não parar de evoluir nunca. “Eu estou em paz com isso, acho que nunca estive tão em paz num lançamento, que por mais que eu ache que essa música é um dos maiores riscos olhando minha discografia, nunca senti nada tão certo pra mim. Tudo que está vindo sei que é por uma razão muito ‘Lokka’ que eu sei que essa música vai me fazer entender.”