Gerard Butler mostra sua casa destruída por incêndio na Califórnia

Redação - O Estado de S.Paulo

'Metade [da casa] desapareceu', disse o ator em vídeo publicado em rede social, no qual mostra o que sobrou da residência

Gerard Butler mostra casa destruída por incêndio na Califórnia.

Gerard Butler mostra casa destruída por incêndio na Califórnia. Foto: Twitter/@GerardButler

O ator Gerard Butler teve sua casa destruída pelo incêndio que atinge a Califórnia desde a madrugada de quinta-feira, 8. No domingo, 11, ele retornou ao local onde morava, em Malibu, e mostrou nas redes sociais o que restou da residência.

No Twitter, o ator publicou uma foto em que aparece à frente de uma estrutura de ferro, ainda erguida, em meio a destroços e um carro queimados.

"Retornei à minha casa em Malibu depois de evacuar. É um momento muito triste para a Califórnia. Estou inspirado como sempre pela coragem, espírito e sacrifício dos bombeiros. Se puder, apoie esses bravos homens e mulheres", agradeceu e incentivou Butler.

No Instagram Stories, ele publicou vídeos em que mostra com mais detalhes como ficou o local. "Metade [da casa] desapareceu", disse ao mostrar brasas, cinzas e o que sobrou da residência.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

@gerardbutler #gerardbutler #gerardbutlerloyalfans

Uma publicação compartilhada por gerard butler loyal fansGBonly (@gerardbutlerloyalfans) em

Outras personalidades, como Kim Kardashian, também tiveram de deixar suas casas devido à ameaça do fogo que começou no norte do Estado americano e se alastrou com rapidez.

Na sexta-feira, 9, o site TMZ noticiou que a mansão de Caitlyn Jenner, localizada nas colinas de Malibu, também havia sido destruída. Porém, a ex-atleta soube neste domingo que sua casa estava salva. "As colinas estão completamente queimadas. Somos muito, muito sortudos", disse Caitlyn em um vídeo no Instagram.

Muitas outras personalidades, incluindo Orlando Bloom, Alyssa Milano e Lady Gaga, estavam entre as pessoas que foram obrigadas a deixar suas casa. Alguns sabiam que suas residências estavam seguras e aguardavam o momento certo para voltar. Outros, que nada sabiam, publicaram fotos que mostravam colunas de fumaça e diziam que sua casas estavam em algum lugar por ali.

Os incêndios florestais provocaram, até o momento, a morte de 31 pessoas, considerando 29 na região norte da Califórnia e mais duas na região sul. A tragédia deixou, até agora, mais de 100 pessoas desaparecidas. 

Com informações da Associated Press