'Fui evitado por brancos por ser negro, por negros por ser gay e por gays por ser afeminado'

- O Estado de S.Paulo

O apresentador RuPaul rebateu crítica de seguidor e desabafou sobre sua vida no Twitter

O apresentador deu resposta atravessada para seguidor que o questionou sobre o movimento Black Lives Matter.

O apresentador deu resposta atravessada para seguidor que o questionou sobre o movimento Black Lives Matter. Foto: Reprodução/Instagram

O apresentador do reality show Ru Paul's Drag Race, RuPaul Charles não teve papas na língua para responder um seguidor que o questionou sobre seu posicionamento no movimento 'Black Lives Matter'.

O movimento que luta pela vida dos negros ganhou os holofotes novamente dias atrás por conta de mais um caso onde um negro foi brutalmente assassinado por um policial sem qualquer motivo, nos Estados Unidos.

Vários artistas como Beyoncé, P!nk, Zendaya e Alicia Keys se pronunciaram sobre o caso e foi o suficiente para que um dos milhares de seguidores de RuPaul o questionassem sobre o assunto.

"Eu sou um gay negro de 55 anos. Eu levei essa causa a cada momento #Nãotentecomigo", respondeu o apresentador.

Em seguida, desabafou: "Eu fui evitado por brancos por ser negro, por negros por ser gay, e por gays por ser afeminado. A real indireta? O ego necessita ser levantado de alguma maneira".

Ele ainda falou sobre a representatividade que o seu reality possui na comunidade negra e LGBT desde o seu início.

"Desde que eu comecei, há oito anos, #DragRace lançou a carreira de mais de 100 negros, latinos, asiáticos e brancos", finalizou.