'Fui criado em uma prática de leitura que as pessoas não têm mais', diz Antonio Fagundes

Redação - O Estado de S.Paulo

Ator de 'Bom Sucesso' falou sobre estímulo a hábitos de leitura no podcast 'Clube do Livro por Fagundes', lançado nesta quinta-feira, 5

Antonio Fagundes como Alberto em cena de 'Bom Sucesso'.

Antonio Fagundes como Alberto em cena de 'Bom Sucesso'. Foto: Victor Pollak / Globo / 'Bom Sucesso' / Divulgação

O ator Antonio Fagundes falou sobre sua relação com a leitura no podcast Clube do Livro por Fagundes, lançado nesta quinta-feira, 5. Atualmente, ele interpreta Alberto em Bom Sucesso, personagem que é dono de uma editora de livros.

"Fui criado dentro de uma prática de leitura que as pessoas não têm mais. Acho que esse é o grande problema que a gente tem que falar quando vai falar de leitura, recomendar um livro. Estou sempre com um livro na mão. Onde vou, levo um livro e leio onde der", contou Fagundes.

Segundo o ator, seus primeiros passos com a leitura se deram por conta de uma mononucleose, aos seis anos de idade, quando ficou acamado e aproveitou para ler diversos gibis.

Antonio Fagundes ainda deu dicas para os brasileiros mudarem seus hábitos de leitura: "Recomendo para quem nunca começou a ler que essa pessoa procure o livro de um filme que ela viu, de um seriado que está passando. É até legal, dá um spoiler, fica sabendo do final antes, é interessante".

VEJA TAMBÉM - Bom Sucesso - os atores do elenco e seus personagens na novela da Globo

João Cotta / Globo / Divulgação
Ver Galeria 49

49 imagens

O ator de Bom Sucesso também deu sua opinião sobre a forma como os avanços tecnológicos influenciam nos hábitos de leitura: "O que o computador e a internet estão fazendo com a gente? Estão tirando o foco."

"Se você parar pra pensar, vai ver que passa três ou quatro horas por dia só 'limpando' o seu smartphone. Eu sou 'analfabyte' - aquele que não tem computador, não entende nada. Sei mais ou menos das coisas, mas não sei mexer com isso", afirmou.

"Na verdade, no WhatsApp só vêm bobagens. Quando vem uma ou outra coisa séria, vem no meio de tanta bobagem que voce não presta atenção", continuou Fagundes.

Por fim, concluiu com uma reflexão: "Se você parasse para focar sua atenção durante três ou quatro horas por dia lendo um livro, leria de dois a três livros por semana. Isso ia mudar sua vida, porque a leitura é cumulativa".

Clique aqui para ouvir o podcast Clube do Livro por Fagundes.