Frank Langella será substituído em série da Netflix após acusação de assédio sexual

Rafael Nascimento - Especial para o Estadão

O ator viveria o patriarca da família Usher, Roderick Usher, na série 'A Queda da Casa de Usher'

O ator Frank Langella no tapete vermelho do Tony Awards, em junho de 2016, em Nova York. O artista vetereno é investigado por um possível assédio sexual ocorrido no set de filmagem da série 'A Queda da Casa de Usher', da Netflix.

O ator Frank Langella no tapete vermelho do Tony Awards, em junho de 2016, em Nova York. O artista vetereno é investigado por um possível assédio sexual ocorrido no set de filmagem da série 'A Queda da Casa de Usher', da Netflix. Foto: REUTERS/Andrew Kelly

O ator Frank Langella será substituído no elenco da série A Queda da Casa de Usher, da Netflixapós ser colocado sob investigação interna pela plataforma de streaming por um suposto caso de assédio sexual ocorrido no set da produção.

Segundo a revista Variety, Langella assumia o papel do patriarca da dinastia Usher, Roderick Usher, um papel coadjuvante na atração.

De acordo com o TMZ, o artista veterano teria feito uma piada de cunho sexual para uma atriz do elenco, após colocar a mão na perna dela durante a gravação de uma cena. 

"Você gostou daquilo?", teria perguntado o ator à colega de trabalho após o fim das filmagens. A minissérie segue a gravação no Canadá.

Indicado ao Oscar, na categoria de Melhor Ator, por Frost/Nixon (2008), e vencedor de quatro prêmios Tony, Langella também é conhecido por títulos recentes como Os 7 de Chicago, The Americans e Capitão Fantástico.