Filho de Mauricio de Sousa mostra comentário homofóbico: 'Agora é crime'

Redação - O Estado de S.Paulo

Mauro Sousa compartilhou recado deixado por internauta que o chamou de 'viadinho'

Mauro Sousa inspirou o personagem Nimbus, da 'Turma da Mônica'.

Mauro Sousa inspirou o personagem Nimbus, da 'Turma da Mônica'. Foto: Instagram/@maurosousa

Mauro Sousa, filho do cartunista Mauricio de Sousa, publicou em seu perfil no Instagram, nesta sexta-feira, 14, a captura de tela de um comentário homofóbico feito contra ele.

Na mensagem, o internauta que teve sua identidade ocultada disse que "Mauricio de Sousa, sem forças para decidir sua vida, vai dexar um viadinho desfazer seu sucesso de décadas".

Ao publicar o comentário, Mauro escreveu por cima que "LGBTfobia é crime". Nesta quinta-feira, 13, o Supremo Tribunal Federal decidiu que homofobia e transfobia são crimes no Brasil.

"Em uma reportagem recente, eu comentei, sim, que havia planos de um personagem gay na Turma da Mônica e, por conta disso, o infrator fez o comentário homofóbico acima. A diferença entre ontem e hoje é que ontem ele era apenas mais um hater. Mas hoje, ele é um criminoso e pode ir para a cadeia", escreveu Mauro na legenda.

Ele ainda seguiu com um desabafo: "Não, eu não vou ficar calado. Não, eu não quero mais aceitar que me chamem de 'viadinho'. Só quem pode me chamar assim sou eu mesmo".

Recentemente, Mauro Sousa, que é diretor de espetáculos, parques e eventos da Mauricio de Sousa Produções, apareceu em uma foto ao lado do marido, Rafael Piccin, e do pai. "Em casa, com o filho Mauro, que inspirou o personagem Nimbus, e o companheiro dele, meu genro, Rafael", disse o cartunista ao publicar a foto em seu perfil no Instagram.

Confira abaixo a publicação de Mauro e a foto dele com Piccin e o pai:

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Em casa, com o filho Mauro @maurosousa , que inspirou o personagem Nimbus, e o companheiro dele, meu genro, Rafael @rafaelpiccin

Uma publicação compartilhada por Mauricio de Sousa (@mauricioaraujosousa) em