Fernanda Paes Leme oferece plasma para pesquisa após se curar do novo coronavírus

Camila Tuchlinski - O Estado de S.Paulo

Institutos de pesquisas avaliam efeitos da transferência de anticorpos para recuperar doentes 

A atriz também foi uma das convidadas para o casamento da irmã de Gabriela Pugliesi, e revelou que testou positivo para o novo coronavírus em 15 de março.

A atriz também foi uma das convidadas para o casamento da irmã de Gabriela Pugliesi, e revelou que testou positivo para o novo coronavírus em 15 de março. Foto: Instagram / @fepaesleme

Fernanda Paes Leme informou que ligou para o Hospital Albert Einstein nesta terça-feira, 14, para se voluntariar para doação de plasma após se recuperar do novo coronavírus. Em 16 de março, a atriz divulgou que estava contaminada pela covid-19.

Ela estava em quarentena desde o casamento da irmã de Gabriela Pugliesi, no sul da Bahia, que teria infectado várias personalidades. Desde então, Fernanda divide com os seguidores no Instagram os momentos em que tenta vencer a doença e recebe carinho dos vizinhos, que em diversas oportunidades levou comida para ela.

Nesta terça, a atriz fez uma séries de stories nas redes sociais. “Liguei para o Einstein (Hospital Albert Einstein) para saber sobre a pesquisa de doação do plasma. Já passei pela primeira fase da entrevista. Vamos ver, né? Eu não sei quais são todos os critérios necessários para ser aceita mas, quem sabe, eu consiga fazer isso, doar para as pesquisas e ajudar de alguma forma”, afirmou.

Aqueles que se contaminaram por covid-19 desenvolveram anticorpos no seu plasma que podem ser úteis para ajudar na recuperação de pessoas com formas mais graves da doença. A chamada transferência passiva de imunidade, ou seja, técnica de transferir plasma de pessoas já curadas para doentes está sendo avaliada por institutos de pesquisas.

Depois de estar completamente saudável, Fernanda Paes Leme agora está engajada em ajudar as pessoas, conscientizando sobre os riscos do coronavírus e participando de ações sociais.

“Vi uma campanha que um amigo está fazendo. Ele pegou restos de tecido da marca dele e está confeccionando máscaras, que estão à venda, e 100% da renda, tudo mesmo, é revertido para alimentar as pessoas mais necessitadas”, explicou. 

A atriz disse que foram distribuídas, em São Paulo, 450 marmitas nesta semana. Confira:

 

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus