Fernanda Lima sobre funk: 'Música feita para desmerecer mulheres'

- O Estado de S. Paulo

Apresentadora falou que cria os filhos para que não sejam machistas e ainda que é cobrada para estar sempre bonita

Fernanda Lima comanda o 'Amor e Sexo', exibido na Globo.

Fernanda Lima comanda o 'Amor e Sexo', exibido na Globo. Foto: Divulgação/Globo/Pedro Curi

Prestes a voltar ao programa 'Amor e Sexo', que estreia na próxima quinta-feira, 26, na Globo, Fernanda Lima concedeu uma entrevista à revista Quem na qual conta que não gosta de funk e não quer que os filhos, os gêmeos Francisco e João, de 8 anos, ouçam o gênero. Casada com Rodrigo Hilbert, ela também revelou que é cobrada para estar sempre bonita. 

A apresentadora relatou que cria os filhos para que não sejam machistas. "Eu explico isso para os meninos, eles vão para a escola e voltam com todas as piadinhas e os funks. Eu reexplico que a melodia é incrível, mas digo a eles que aquela letra não é para ser cantada, não admito! Digo que essas músicas são feitas para desmerecer as mulheres", relata.

Sobre o casamento com Rodrigo Hilbert, Fernanda Lima conta que enfrenta as mesmas dificuldades que qualquer casal em um relacionamento duradouro. "Se você não regar a plantinha, se não cuidar, a rotina mina o tesão. Temos que tomar muito cuidado com o que a gente construiu."

Ela também afirmou que, na carreira, não gosta do foco em aparência. "Não me cobro, mas sou cobrada para estar sempre bonita. Não sofro. Não vou para Noronha botar roupa de festa e salto, tirar foto para o Instagram. Essa não é minha vida. Tenho estilo livre de ser. Tento pisar nessas cobranças, pisar no meu próprio ego, porque vida real é vida real. O resto é aparência".