Faustão corrige notícia falsa da cantora Simone sobre eleições

redação - O Estado de S.Paulo

No programa anterior, ela disse que votos brancos e nulos cancelariam o pleito, mas TSE alertou que não

Apresentador leu nota do TSE para esclarecer mito sobre votos brancos e nulos.

Apresentador leu nota do TSE para esclarecer mito sobre votos brancos e nulos. Foto: Raphael DIas/Globo

O apresentador Fausto Silva esclareceu no último domingo, 25, uma informação errada que a cantora Simone passou no programa anterior sobre votos brancos e nulos nas eleições.

Na ocasião, ela disse que as pessoas precisavam "entender um pouco mais o que é não votar, o que é anular [o voto]". "Existe uma coisa na lei, que eu não posso te explicar porque eu também não sei, mas se não houver maioria na primeira vez, as pessoas que estavam concorrendo não poderão concorrer mais. Mas isso não deixam aparecer", disse.

Faustão chegou a alertar sobre a necessidade de se informar, mas reproduziu outro mito sobre a questão. "Tem de se informar bem, às vezes você anulando ou votando em branco, você está favorecendo o picareta", disse o apresentador.

Mas, neste domingo, ele corrigiu as informações e leu uma nota do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para esclarecer tudo. "A Simone falou algumas coisas e ela mesma disse que estava em dúvida sobre a questão da eleição. Por isso, o TSE esclarece para todo mundo saber: o voto nulo e também o voto branco não são considerados na soma dos votos válidos, sendo apenas registrados para fim de estatística. Isso significa que, se mais de 50% dos eleitores votarem em branco ou anularem seu voto, não será marcada nova eleição", disse Fausto.

Segundo o TSE, existem algumas situações, previstas no Código Eleitoral, que levam à anulação do pleito, como quando ocorre fraude, coação e utilização de falsa identidade, por exemplo.