Ex-mulher de Naldo relata que era agredida na frente do filho

Redação - O Estado de S.Paulo

Branka Silva também era produtora do artista, e explica que nunca o denunciou à polícia ‘por medo’

O ex-casal Naldo Benny e Branka Silva.

O ex-casal Naldo Benny e Branka Silva. Foto: instagram.com/naldobenny, instagram.com/brankasilva

A ex-mulher de Naldo Benny, que chegou a ser preso por porte ilegal de arma após denúncia de agressão a Moranguinho, contou que era vítima da violência do ex-marido e por anos foi controlada por ele. “Acho que com ela [Moranguinho] a situação deve ter se agravado”, disse Branka Silva em participação no programa Super Pop da Rede TV! nesta segunda-feira, 11. O E+ entrou em contato com a assessoria de Naldo, mas ainda não teve resposta.

Branka falou sobre parte de sua experiência como mulher de Naldo. “Ele é doente e torna quem está por perto doente também”. Ela descreve que a violência doméstica cresce e aprisiona. “Quem sofre o abuso fica preso neste mundo”, relatou Branka, que sofreu agressões mesmo na frente do filho Pablo algumas vezes.

“Nunca pensei em denunciar, por causa do meu filho que na época era muito pequeno”. Branka explica que casais envolvidos em violência doméstica aprendem a brigar. “Uma hora as mulheres começam a revidar, e então vira mesmo uma briga, que os homens acabam ganhando porque são mais fortes”.

Segundo a ex-mulher, o cantor tem muito ciúme e ela evitava ficar perto de outros homens para evitar crises.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de Naldo para ter um posicionamento do cantor sobre as informações da ex-mulher, mas até o momento não obteve resposta.

O cantor compartilhou um vídeo de pedido de desculpas a Moranguinho, e cita fé em Deus. Para Branka, essa pode ser a chance de ele melhorar 'na íntegra'. "Ficou para trás, e espero que ele melhore de vez agora".