Ex-integrante do RBD protesta em post da Prefeitura de Sobral por usar imagem do grupo

Redação - O Estado de S.Paulo

Christopher Uckermann, que criou polêmica com falas anti-vacina, reclamou da campanha de vacinação da cidade cearense

Integrantes do grupo RBD

Integrantes do grupo RBD Foto: RBD / Divulgação

O ator mexicano Christopher Uckermann, ex-integrante do RBD, protestou em um post da Prefeitura de Sobral. A publicação traz informações sobre a vacinação contra covid-19 para jovens de 22 e 23 anos da cidade cearense e usa a imagem do grupo com a frase: “Y soy Rebelde Vacinado”. 

No comentário, o ator afirma que o grupo não tem relação com o movimento de vacinação. "Deixem de usar o tema Rebelde para promover a vacina. Nós não temos nada a ver com isso!”, escreveu o ex-RBD em português e espanhol.

O protesto serviu para ajudar a divulgar a campanha da prefeitura e a postagem já tem mais de 5 mil comentários. “Ai, prefeitura de Sobral. Não liga não. A campanha de vocês tá maravilhosa e o que importa é que os fãs de RBD são conscientes!”, escreveu um internauta. “Pode usar o RBD nas campanhas de vacinação, quem carrega o RBD nas costas a anos somos nós e toda uma geração”, escreveu outro. 

No Twitter, a frase "Vacina sim, geração RBD" ganhou destaque com milhares de fãs apoiando a campanha. 

Christopher já criou polêmica antes com comentários negacionistas, como a declaração de que hospitais ganhavam dinheiro para promover casos falsos de mortes por covid-19 e que a vacina era pior que o vírus. 

Outros ex-membros do RBD se manifestaram nas redes a favor da vacinação. Anahí compartilhou no Twitter o vídeo de uma fã, também em Sobral, que foi se vacinar vestida como Mia Colucci, sua personagem na trama mexicana. 

Maite Perroni aproveitou que o assunto RBD estava nos destaques do Twitter, para pedir aos fãs se vacinarem: "Por ti, por mi, por los que amamos". 

Christian Chavez participou de uma campanha de vacinação no México.

Alfonso Herrera, o Poncho na novela, também usou seu perfil no Twitter para se posicionar a favor da imunização.