'Eu não apoio o Bolsonaro', garante Nego do Borel após polêmica

Redação - O Estado de S.Paulo

Foto com político foi resgatada em críticas ao clipe 'Me Solta'; cantor alega que ela foi tirada a pedido do filho do deputado em um jantar

Nego do Borel

Nego do Borel Foto: YouTube / @Canal KondZilla

O cantor Nego do Borel se pronunciou após a polêmica que o lançamento de seu clipe Me Solta causou nas redes sociais, afirmando que tem recebido "muitos elogios" e "acompanhado as críticas de perto". Ele ainda faz questão de afastar seu nome de um suposto apoio a Jair Bolsonaro, político com quem aparece em foto que voltou à tona nas redes sociais nesta terça-feira, 10.

No clipe, Nego aparece como uma personagem chamada Nega da Borelli, usando bolsa e sapato de salto alto, e chega a beijar um homem em determinado momento. 

A produção gerou inúmeras críticas por parte da comunidade LGBT, que acusou o funkeiro de 'oportunismo' com a causa. Muitos também repostaram uma foto em que Nego aparece ao lado do deputado federal Jair Bolsonaro. Leia mais aqui.

"Eu não apoio o Bolsonaro. Esta foto foi tirada num jantar que eu estava também, a pedido do filho dele. Não costumo negar tirar fotos com ninguém", justificou o cantor, por meio de sua assessoria de imprensa.

"Quando eu decidi fazer esse clipe, sabia que poderia ser algo polêmico, mas fui em frente. A Nega da Borelli é uma personagem que, pra mim, representa a liberdade de ser quem eu sou. Recebi muitos elogios pelo clipe e tenho acompanhado as críticas de perto porque acho que eu e todo mundo temos muito ainda a aprender com esse tema", concluiu.

Apesar de seu posicionamento, o perfil oficial e verificado de Nego do Borel no Twitter curtiu alguns tuítes em apoio ao pré-candidato recentemente. 

"Bolsonaro é o cara que você passa a gostar quando vê quem o detesta", consta em uma imagem curtida pelo cantor. Em outra postagem, o 'like' foi dado em um comentário pedindo eleição de Bolsonaro a presidente ainda no primeiro turno.

Confira abaixo o clipe e algumas reações dos internautas: