Estado Islâmico estaria planejando ataque contra príncipe George, diz jornal

Redação - O Estado de S.Paulo

O jornal ‘Daily Star’ afirma ter tido acesso a grupo de mensagens criptografadas do grupo terrorista e viu o membro da Família Real sendo ameaçado

Pequeno herdeiro do trono teria sido citado por grupos terroristas

Pequeno herdeiro do trono teria sido citado por grupos terroristas Foto: Richard Pohle / Reuters

O pequeno príncipe George estaria na mira do grupo terrorista Estado Islâmico. O jornal Daily Star publicou uma reportagem no último domingo, 29, em que afirma ter conseguido acesso a um grupo de mensagens instantâneas dos terroristas e puderam ver diversas ameaças ao herdeiro de quatro anos.

Pessoas ligadas ao EI adicionaram uma foto do príncipe e de sua escola na região sul de Londres. Em seguida, postaram o endereço do local e a mensagem: “Escola começa cedo”.

Alguns membros ainda escreveram que “Nem a Família Real será deixada em paz”.

As mensagens foram trocadas pelo aplicativo Telegram. Especialistas em internet afirmam que a ferramenta tem se tornado o principal meio de comunicação de grupos terroristas porque suas mensagens são criptografadas.

Agências de inteligência do Reino Unido monitoram o aplicativo na tentativa de desarticular grupos extremistas. Barry Spielman, dono da empresa de vigilância na internet Sixgill, afirmou ao jornal que as ameaças devem ser levadas a sério.

Barry disse, também, que há indícios do planejamento de ataque terrorista na Copa do Mundo da Rússia, em 2018.