Escola onde príncipe George estuda serve ragu de cordeiro para alunos de quatro anos

Redação - O Estado de S.Paulo

A Thomas's Battersea, cuja mensalidade custa cerca de R$ 5,9 mil, ainda oferece opções variadas para vegetarianos e intolerantes à lactose ou ao glúten

Príncipe George em seu primeiro dia de aula na Thomas's Battersea, em Londres.

Príncipe George em seu primeiro dia de aula na Thomas's Battersea, em Londres. Foto: REUTERS/Richard Pohle/Pool

Já imaginou quais são as refeições servidas na escola em que príncipes estudam? Ao menos na escola Thomas's Battersea, onde o príncipe George começou a estudar na última quinta-feira, 7, o cardápio é bastante sofisiticado.

Entre as opções, estão ragu de cordeiro com alho e ervas frescas e filé de salmão com molho. "A equipe desenvolve uma série de ideias e pratos com ênfase na cozinha saudável, cheia de sabor e com uma boa apresentação", diz Mark Newman, o gerente do restaurante da escola, no site oficial da instituição.

As refeições no colégio começam na parte da manhã, onde a escola oferece água ou leite orgânico e uma fruta. Na hora do almoço, há opções de sopas e pães de entrada e, no prato principal, uma opção de proteína animal ou vegetariana. Os alunos intolerantes ao glúten ou à lactose também têm opções específicas. No fim, há diversas opções de sobremesa. Segundo o site, todos os pratos são feitos no dia, na própria escola.

O cardápio ainda varia durante o ano. De acordo com o site, o restaurante oferece "refeições mais leves no verão e, no inverno, oferece refeições mais substanciais". A mensalidade da escola Thomas's custa US$ 1.916 por mês, cerca de R$ 5.920. Achou caro? Em São Paulo, há escolas cujas mensalidades chegam a R$ 8 mil.