Ed Motta pede desculpas após críticas a Raul Seixas: 'Fiquei muito decepcionado comigo'

Rafael Nascimento - Especial para o Estadão

Em live no seu canal do YouTube, o musicista afirmou que já imaginava que suas falas seriam problematizadas

Em uma live no seu canal do YouTube, o cantor Ed Motta disparou ofensas ao músico Raul Seixas, afirmando que o artista já morto tinha suas composições feitas pelo escritor Paulo Coelho e que era ruim musicalmente.

Em uma live no seu canal do YouTube, o cantor Ed Motta disparou ofensas ao músico Raul Seixas, afirmando que o artista já morto tinha suas composições feitas pelo escritor Paulo Coelho e que era ruim musicalmente. Foto: Estadão / Marcos Arcoverde

O cantor Ed Motta publicou um vídeo no seu canal do YouTube, na última terça-feira, 8, pedindo desculpas ao cantor Raul Seixas, duas semanas após afirmar que o cantor baiano era "ruim musicalmente e tinha falha de caráter". 

Motta iniciou o vídeo dizendo que iria esclarescer algo importante: "'Ah, o Ed Motta está voltando atrás'. Não que eu seja orgulhoso e não possa voltar atrás, mudar de opinião. A gente muda de opinião a cada minuto. Pensar já nos faz mudar de opinião".

Em outro momento do vídeo, o artista assumiu que, após terminar a live onde proferiu as ofensas a Seixas, no mesmo dia já imaginou que suas declarações poderiam repercutir negativamente.

"Eu imaginei, caramba, o que falei do Raul Seixas ali vai dar problema. Vai gerar chateação e não deu outra. Eu falo isso por uma coisa muito simples, eu fiquei triste de verdade, triste mesmo. Eu não estou em busca de mais likes, mais seguidores, maior quantidade de shows, vender mais discos... Nunca estive em busca disso. Se eu estivesse em busca disso, eu faria uma música que iria para essa direção", afirmou o musicista.

Ed Motta revelou ainda que ficou decepcionado com ele mesmo pela forma como expôs suas opiniões, mas não necessariamente sobre suas falas a respeito de Seixas: "Eu fiquei muito decepcionado comigo, não com as minhas opiniões sobre como funciona o mercado de música. Eu estou dentro do mercado de música. A parte do funcionamento do mercado, eu tenho uma crítica clara sobre ela e ela engloba, sim, quem trabalha dentro de uma gravadora". 

Em seguinda, ele pediu desculpas pela maneira agressiva como chamou um dos maiores nomes da música popular brasileira: "Peço perdão pela forma agressiva e grosseira que falei do Raul Seixas. Eu posso ter uma opinião sobre ele, posso ter uma crítica sobre ele, pelo fato de ele ter sido produtor de discos. Eu tenho críticas a quem é produtor de discos, eu tenho direito a isso. O motivo [de pedir perdão] não é porque os fãs gritaram no meu ouvido... O motivo aqui é vergonha, é tristeza".

O músico estendeu as desculpas à família do cantor morto em 1989, principalmente para Scarlet Seixas, filha do intérprete de Metamorfose Ambulante, que foi às redes sociais rebater Ed Motta, além de ter concedido uma entrevista ao Portal N10.

"Eu fiquei triste com duas coisas muito importantes. Antes de ler o depoimento da filha do Raul Seixas, que foi a cajadada final de tristeza e de vergonha... Você não imagina... Eu dentro da minha estupidez e inocência e sinceridade... Eu peço perdão a você e toda a família do Raul Seixas pela forma como eu falei desse artista que eu conheci uma vez pessoalmente em uma situação totalmente adversa. Não tenho nada contra a pessoa dele, nada. O que eu falei é uma outra coisa que eu estou errado em abrir o microfone aqui e esbravejar para o planeta. Eu estou errado", confessou o artista.

No Facebook, Scarlet escreveu: "O nível de desrespeito desse Ed não era necessário. Amor, luz e paz para todos! [...] Estou ofendida e magoada com essa exibição pública de atenção negativa que ele apresentou. Fique bem...".

Após o vídeo de pedido de desculpas de Motta, a filha de Seixas voltou a se pronunciar: "Estou recebendo muitas menções, em referência ao pedido de desculpas de Ed Motta. Eu o perdoo, ele obviamente está em guerra consigo mesmo, somos todos humanos e cometemos erros... Ninguém neste mundo é perfeito, é por isso que estamos aqui, para aprender o crescimento da alma e lições de vida...Toca Raul sempre! Pessoalmente, eu o perdoo... Abraços!"

 

Outra pessoa com quem Motta se mostrou arrependido de ter ofendido foi Sylvio Passos, amigo de Raul Seixas e fundador do primeiro fã-clube do cantor, o Raul Rock Club: "Ele estava com razão, 100% de razão. Mesmo que ele tenha falado coisas que não têm razão, que o "Ed Motta só tem uma música", que todo mundo fala. Na hora da raiva, a gente fala tudo. A pessoa não é obrigada a conhecer minha obra. Eu fiquei chateado demais, ele é um cara pesquisador. Isso me dói mais que qualquer coisa". desabafou o cantor.

Na live original, onde o musicista fez as falas críticas a Raul Seixas, o artista declarou que o roqueiro baiano trabalhava contra os colegas da música e a favor do sistema de uma gravadora, além de sugerir que o escritor Paulo Coelho era o verdadeiro autor das letras que Seixas cantava.

"Raul Seixas tem uma falha de caráter terrível na vida dele: ele foi funcionário de gravadora, ou seja, ele trabalhou contra os colegas" [...]"Eu não tenho medo nenhum de falar contra o Raul Seixas, que era uma put* de uma merd*, ruim pra c*ralho musicalmente, de tudo" [...] "Quem fazia o que ele tinha de mais brilhante, que era o texto, era o Paulo Coelho. Então, esse cara era um idiota, era um funcionariozinho de gravadora, gravando uns discos de merd*, entendeu? E nego vem: 'canta Raul'. Que p*rra, que que é isso, bicho? Um cara desqualificado de tudo, p*rra!",  afirmou o cantor na live do mês passado.