'Foi um sentimento de conquista', diz Duda Beat sobre show em SP

Beatriz França - Especial para o Estadão

A apresentação, que estava marcada para 2020, ocorreu nesta sexta, 1º, e teve participação especial de Anavitória e Mateus Carrilho

Após dois anos de espera, Duda Beat agita noite com show em São Paulo e lota Espaço das Américas.

Após dois anos de espera, Duda Beat agita noite com show em São Paulo e lota Espaço das Américas. Foto: Rafael Strabelli @rafaelstrabelli / Espaço das Américas @espacodasamericas

Depois de muito esperar, os fãs de Duda Beat de São Paulo finalmente tiveram a chance de aproveitar o show da cantora. Inicialmente, a apresentação estava marcada para 2020, mas, devido à pandemia, a data foi remarcada diversas vezes e só ocorreu nesta sexta, 1º.

No primeiro momento, o show seria na Audio Club, um espaço menor e que tem capacidade para aproximadamente 3,2 mil pessoas. Mas, a produção mudou o local e Duda se apresentou (e lotou) no Espaço das Américas — que cabe cerca de 8 mil pessoas.

Depois de tanto tempo, esse foi o primeiro show da cantora em São Paulo. Em entrevista ao Estadão, ela fala sobre a sensação de subir ao palco na capital paulista. “Foi um sentimento de conquista, porque eu sou uma artista independente e lotei o Espaço das Américas. Isso é muita coisa”, diz.

“Fico muito emocionada de continuar trabalhando do jeito que a gente tem feito. Minha equipe, todo mundo, para ter esse resultado no palco. Tudo é um esforço, mas tudo é muito bem recompensado. É assim que eu me sinto”, completa.

Com a plateia lotada, cantando em alto e bom som seus hits, Duda apresentou grandes sucessos como Bixinho e Meu Jeito de Amar. Essa também foi a primeira vez que ela cantou as músicas do seu álbum Te Amo Lá Fora em São Paulo — disco que foi lançado durante a pandemia.

“Me senti muito feliz. Ainda mais Te Amo Lá Fora, que eu lancei durante a pandemia, e isso ainda é muito novo para mim, saber se a galera ia gostar e qual música eles iam cantar junto, mas eu consegui perceber isso”, conta.

Para Duda, é diferente o sentimento de quando lança um álbum e já sai em turnê para quando sai um disco novo e não tem shows marcados. Esse segundo cenário foi a realidade dela durante esses dois anos sem apresentações. “A gente fica cheio de vontade”, comenta.

Pensando nas transformações da Duda Beat de 2020 para a de 2022, ela revela que muitas coisas mudaram, principalmente nas suas técnicas como cantora. “Eu trabalhei muito para melhorar e sinto que estou cada vez melhorando mais.” 

Diferente de Te Amo Lá Fora, que traz um ar mais realista, em 2018 a cantora nordestina tinha lançado Sinto Muito, o primeiro álbum da carreira e com uma versão mais romântica. Ela encara isso como algo que “mudou e melhorou da Duda antiga para a nova”.

Participações especiais

O show foi repleto de surpresas, pois enquanto os fãs esperavam uma apresentação solo da cantora, de repente o palco era “invadido” por outros artistas. Anavitória, Mateus Carrilho, Jaloo e Bivolt tiveram participações especiais na atração.

O duo mais queridinho do público já estava confirmado na lista de convidados de Duda Beat para aproveitar a noite. Mas, na tarde desta sexta, a cantora mandou mensagem para Ana e Vitória e as convidou para fazer uma participação especial. 

Anavitória faz participação especial no show de Duda Beat em São Paulo.

Anavitória faz participação especial no show de Duda Beat em São Paulo. Foto: Rafael Strabelli @rafaelstrabelli / Espaço das Américas @espacodasamericas

Ao Estadão, a dupla Anavitória falou sobre participar do show da amiga e cantar o single que também foi lançado durante a pandemia. Não passa vontade tem mais de seis milhões de visualizações e, durante a apresentação, o público mostrou para o que veio e cantou a música em plenos pulmões.

“Foi muito gostoso e, como gravamos a música durante a pandemia, essa foi a primeira vez que conseguimos nos encontrar no palco para cantar Não passa vontade. Foi muito f*da ver como estava todo mundo alegre e cantando junto”, diz Ana Caetano.

“A gente estava vindo para assistir e acabou que rolou de subir no palco. Um show muito lindo e especial, muito bonito de ver”, completa Vitória Falcão. 

A dupla não escondeu a felicidade de ver que os shows estão ocorrendo novamente. “Tanto a gente quanto artista de estar no palco e poder fazer show de novo, e os fãs de conseguir ver o artista que gosta. Que bom que isso está acontecendo”, comenta Vitória.

Já Mateus Carrilho, Jaloo e Bivolt foram convidados com antecedência para participar, mas o público não esperava nenhum desses nomes no palco do Espaço das Américas.

Duda Beat, Mateus e Jaloo levantaram a plateia e animaram a noite ao som de Chega, logo no início do show. Enquanto Raspa Placa, música em parceria com Bivolt, esteve entre os hits que fecharam a noite.

“Bivolt sempre está junto comigo, sempre amiga”, conta a cantora nordestina. Duda finaliza a conversa aos risos e agradecendo a todos pelo carinho e presença mesmo após tanto tempo de espera.