Demi Lovato leva legisladora transexual ao American Music Awards

Redação - O Estado de S.Paulo

Danica Roem foi eleita no dia 7 de novembro e inspirou Demi com sua campanha

Danica Roem e Demi Lovato no tapete vermelho do American Music Awards 

Danica Roem e Demi Lovato no tapete vermelho do American Music Awards  Foto: REUTERS/Danny Moloshok

A cantora Demi Lovato levou um date inusitado à cerimônia de premiação do American Music Awards (AMA) na noite de domingo, 19. 

Em vez de chegar acompanhada de alguém da família, um namorado ou namorada, Demi levou uma legisladora da Câmara de Representantes do Estado da Virgínia, nos Estados Unidos.

Danica Roem foi convidada pela cantora por tê-la "inspirado" durante sua campanha neste ano. A legisladora foi eleita no último dia 7 como a primeira política abertamente transgênero a ocupar o cargo estadual nos EUA. Ela concorreu contra Robert G. Marshall, um candidato que não aceitava a identidade de Danica e a tratava usando pronomes masculinos. 

"Minha história em Sorry, Not Sorry é sobre bullying, e eu queria tê-la na plateia comigo esta noite porque eu sinto que nós passamos por algumas das mesmas coisas e agora podemos compartilhar essa experiência juntas", disse Demi ao E! no tapete vermelho.