Deborah Secco diz que foi agredida por dona de bar em preparação para 'Bruna Surfistinha'

Redação - O Estado de S.Paulo

Atriz conta que mulher que bateu nela não a reconheceu

Deborah Secco revelou que apanhou de uma mulher que não era atriz em preparação para 'Bruna Surfistinha'

Deborah Secco revelou que apanhou de uma mulher que não era atriz em preparação para 'Bruna Surfistinha' Foto: Youtube/ Canal GNT

A reprise de Que História é essa Porchat desta quinta-feira, 12, teve a participação de Deborah Secco. A atriz falou sobre os bastidores e preparação para o filme Bruna Surfistinha, de 2011. 

A artista contou que, para viver um tempo na pele da personagem, ficou andando por São Paulo com roupa de prostituta e, segundo ela, ninguém a reconheceu. Nesse período, teve um dia em que ela foi confrontada na rua por Sérgio Guizé, que interpretou o irmão de Bruna, e saiu correndo assustada. 

Uma dona de bar, que não era atriz, ofereceu abrigo, mas acabou agredindo Deborah. “A mulher escondeu a gente atrás de uma parede falsa, onde tem as máquinas de caça-níquel. E a gente ficou ali, eu chorava e a mulher dizia  'cês são tudo puta!', e me batia”. 

Deborah explica que, sem sair do personagem e sem ser reconhecida, passou horas no local e até implorou para que a dona do bar não chamasse a polícia. Depois disso, a atriz ainda disse que encontrou Guizé mais uma vez na rua e ele voltou a confrontá-la e só saíram do papel devido a reação das pessoas na rua. 

“Quando ele veio, veio uns trinta [homens] para bater nele. 'Larga ela, larga ela!' A polícia chegando! A gente falou que era mentira, era um filme, e disseram: 'Mentira nada, para de defender ele!”, revelou.