Dakota Johnson estreia como diretora em clipe do Coldplay

Agência - EFE

O cantor da banda, Chris Martin, é o atual namorado da atriz; o vídeo da música foi lançado na sexta-feira, 14

A atriz Dakota Johnson.

A atriz Dakota Johnson. Foto: Patrick Kovarik/ AFP

Dakota Johnson estreou como diretora com o lançamento na última sexta-feira, 14, do clipe Cry Cry Cry, da banda  ColdplayChris Martin, vocalista do grupo, é o atual namorado da atriz.

Johnson codirigiu o clipe com Cory Bailey. A produção foi lançada no dia de São Valentim, algo apropriado considerando o tom mais romântico do vídeo. Nele, é possível ver um casal dançando em diferentes fases da vida, em um salão acompanhado de outros dançarinos e com os integrantes do Coldplay tocando em um pequeno palco.

"Quando chorar, chorar, chorar, baby, estarei ao teu lado”, canta Coldplay na música, que pertence ao último álbum do grupo, chamado Everyday Life. Lançado em novembro de 2019, ele é o oitavo trabalho de estúdio da banda britânica, que faz sucesso há vinte anos com um pop-rock, alternando entre o melancólico, o épico, o festivo e o introspectivo.

Johnson e Martin estão juntos há algum tempo, com os primeiros rumores sobre o relacionamento surgindo em 2017, mas tentam manter a relação na intimidade do casal e fora do foco dos meios de comunicação.

Filha de Melanie Griffith e Don Johnson, ainda que o divórcio dos pais fez com que ela tenha crescido junto com o padrasto, Antonio Banderas, Dakota Johnson sabe muito tempo bem como funciona o mundo cinematográfico. Após alguns pequenos papéis em filmes (A Rede Social em 2010 e 21 Jump Street em 2012), tudo mudou para ela quando foi selecionada para interpretar Anastasia Steele em Cinquenta Tons de Cinza.

Os três filmes, de tom erótico, que fazem parte da franquia (Cinquenta Tons de Cinza, de 2015, Cinquenta Tons Mais Escuros, de 2017 e Cinquenta Tons de Liberdade, de 2018) arrecadaram mais de um bilhão de dólares. Ainda que as críticas aos filmes tenham sido negativas, Johson foi em diversas vezes o único ponto positivo destacado pela imprensa. 

Nos últimos anos, Johnson tem explorado com sucesso filmes com outras temáticas, com produções como Suspiria, Bad Times at the El Royale, ambos de 2018, e The Peanut Butter Falcon, de 2019.