‘Conversa fiada’, diz Dedé sobre supostos desentendimentos com Renato Aragão

Redação - O Estado de S.Paulo

O comediante elogiou o colega de 'Os Trapalhões’ e afirmou ter saudades de trabalhar com o grupo completo

Dedé Santana afirmou em entrevista durante programa de televisão que a sua briga com Renato Aragão não passou de 'conversa fiada'

Dedé Santana afirmou em entrevista durante programa de televisão que a sua briga com Renato Aragão não passou de 'conversa fiada' Foto: Wilton Junior/Estadão

Durante entrevista ao programa Sensacional, da RedeTV!, na quinta-feira, 9, o comediante Dedé Santana falou sobre sua relação com o colega de Os Trapalhões, Renato Aragão, e negou que exista um desentendimento entre os dois. Santana ainda elogiou o intérprete do Didi Mocó como a grande força criativa por trás da trupe. 

"Nunca brigamos. É conversa fiada isso aí. Eu sempre briguei com o Renato, desde o começo, mas era briga dele reclamar do horário, ou de eu querer fazer um tipo de filme e ele não", disse Santana. Após o fim do programa Os Trapalhões, na Globo, em 1995, os dois ainda trabalharam juntos por alguns anos na televisão de Portugal e só voltaram a se encontrar em 2008, no A Turma do Didi, o que causou rumores de que eles estariam brigados.

"Na realidade ele [Renato] é o grande cabeça dos Trapalhões, porque ele sabia que direção tomar. Todos eram iguais, mas ele tinha uma visão... É um cara de negócios mesmo, que sabia botar o rumo na coisa", elogiou o comediante. 

Ele finalizou o assunto dizendo ter saudades de viajar pelo Brasil trabalhando junto com Zacarias e Mussum. “A convivência com eles era uma coisa que eu nunca vou me esquecer. Os comediantes de hoje se juntam na hora da gravação. A gente não, a gente vivia 24 horas juntos quase, viajava e trabalhava e fazia filme”, disse. 

Veja a entrevista clicando no link.

VEJA TAMBÉM: Piadas 'politicamente incorretas ' dos Trapalhões originais que não seriam aceitas hoje em dia.