Conheça Rafaella Tuma, a ilustradora que faz vídeos com bonecos de palitinhos

Beatriz França - Especial para o Estadão

A ilustradora, que faz parte do casting da Play9, conta como tem sido essa nova fase na carreira

Rafaella Tuma, de 33 anos, faz vídeos com ilustração de bonecos de palitinho e tem o intuito de promover 'um minuto de alívio' no dia a dia dos seus seguidores.

Rafaella Tuma, de 33 anos, faz vídeos com ilustração de bonecos de palitinho e tem o intuito de promover 'um minuto de alívio' no dia a dia dos seus seguidores. Foto: Arquivo pessoal

"Eu sou o cordeirinho, Jesus é meu pastor... Se sou o senhor bendito, no Cristo me salvou. É mentira da barata, ela tem uma perna só." É assim que começa o vídeo que viralizou e fez com que o perfil de Rafaella Tuma crescesse no Instagram e TikTok. Com o lema "me divirto desenhando pra você se divertir assistindo", ela já tem mais de um milhão de seguidores nas redes sociais.

A ilustradora de 33 anos já publicava alguns de seus trabalhos na rede social, mas começou a apostar nos vídeos com bonecos de palitinhos em março deste ano. Depois que o áudio do cordeirinho caiu no gosto do público, mais vídeos que já estavam publicados no perfil de Rafa começaram a receber mais visualizações.

Por exemplo, um vídeo onde o menino mudou toda letra do Hino Nacional do Brasil e até marte entrou pra brincadeira, e já tem mais de 19 milhões de visualizações. Outro vídeo que conquistou o público foi da Alice, que recebeu vários xingamentos da amiguinha que ligou para chamá-la pra brincar, e já tem mais de 22 milhões de visualizações e até uma segunda parte.

 

 

Em entrevista ao Estadão, a ilustradora revela que ainda está entendendo o que aconteceu para chegar tanta gente nova no seu perfil em pouco tempo, mas que desde então tem trabalhado muito mais para produzir novos vídeos. "Nem deu tempo de processar porque eu tenho trabalhado muito. Fico enfurnada em casa trabalhando nos vídeos e não consigo acompanhar muito o que está acontecendo, mas tá sendo muito bom", fala.

Para Rafaella, essa é uma mudança de vida e não apenas algo novo no seu perfil do Instagram ou mudança de carreira. Ela explica que antes de investir em seu perfil, já trabalhava com animação e ilustração, mas era algo totalmente diferente porque era voltado para TV e publicidade.

"Antes meu trabalho era terceirizado, né? Porque entrava no projeto apenas para fazer a animação e era contratada como ilustradora pela agência responsável. Agora é diferente, eu tenho voz porque quem me contrata chega em mim sabendo o que eu faço e é exatamente por isso que me procura", diz.

Além de toda essa mudança nos processos para trabalhar, Rafa explica que a curadoria para encontrar o áudio ideal e começar a trabalhar na ilustração também é uma parte do projeto que demanda tempo. Muitas vezes, um áudio que ela achava que ninguém fosse gostar, viraliza e ganha um espacinho na agenda de memes do público.

"Nos primeiros [vídeos] o processo era tão chato, porque eu passava o dia procurando áudio e eu não queria limitar a nenhum público. Meu intuito sempre foi um conteúdo leve. E pra filtrar o áudio dentro dos critérios que estabeleci, ficava horas. Demorava mais pra achar o áudio do que pra desenhar [risos]. Mas logo mudou e isso começou a ficar mais interativo com o público", fala.

A ilustradora conta que aos poucos seus mais de um milhão de seguidores no Instagram e no TikTok começaram a enviar áudios pessoais, e que atualmente já tem um acervo com esses pedidos: "Nesse acervo tem alguns muito bons porque não tá na internet ainda e ninguém viu esse conteúdo ainda, então traz esses elementos surpresas para o público".

 

 

Já o áudio do "cordeirinho", que trouxe boa parte da visibilidade que Rafaella Tuma conquistou nas redes sociais, tinha sido um meme passageiro no TikTok, em que as pessoas estavam dublando o áudio, mas foi com a sua ilustração de Rafa que a musiquinha ganhou o público. "Acho que eu puxei o melhor que ele tinha do áudio e já era algo muito bom. Então acho que isso fez reviver o meme", explica.

Dentre os 40 vídeos já publicados no perfil do Instagram, Rafa conta que alguns conteúdos quase não foram ao ar, como o vídeo da dentadura. "São duas mulheres conversando sobre ficar com homem de dentadura, eu tinha achado engraçado, mas no dia de postar fiquei com receio. Jurava que iria acabar com meu engajamento (que estava indo bem) e deu mais de 12 de milhões de visualizações", conta.

 

 

A criatividade de Rafaella Tuma é tanta que até Ivete Sangalo entrou para o universo dos bonecos de palitinhos e ganhou uma homenagem especial da ilustradora em seu aniversário de 50 anos. No vídeo, os filhos da cantora aparecem para parabenizá-la.

 

 

Além de Ivete, Rafaella já criou vídeos com áudios de Tatá Werneck, Narcisa e Fábio Porchat. Ela também tem inovado no jeito de fazer publicidade e marcas como Americanas, Itaú, Swile Brasil e Morumbi Shopping também entraram para o universo de ilustrações dela.

Mas antes de chegar nessas marcas, ela estava ansiosa pela marca de um milhão de seguidores e estava decidida a buscar por uma agência para ajudá-la a administrar esse novo momento na sua carreira. Um dia depois de chegar nesse número de pessoas no Instagram, a Play9 fez o convite para ela fazer parte do casting de influenciadores da agência.

"Eu tinha a impressão de que as agências boas que iriam atrás das pessoas, mas fiz uma lista de quais eu queria. Lembro que coloquei a Play9 e pensava que seria muito difícil deles me notarem. Eu recebi mensagem deles de madrugada e fiquei ansiosa até às 20h do dia seguinte, que era o horário que tinha marcado a primeira reunião", lembra.