Com canal de TV e fábrica de vinhos, Ratinho agora quer comprar estação de rádio em São Paulo

Redação - O Estado de S.Paulo

Comunicador comemora 20 anos de SBT e já tem império maior que a emissora

O apresentador Ratinho.

O apresentador Ratinho. Foto: Ed Ferreira/Estadão

Carlos Massa, nome de batismo do apresentador, tem um império empresarial no Paraná. Lá, é dono de cinco emissoras de televisão e 28 de rádio (Rede Massa e Massa FM). Ratinho está há vinte anos no SBT e pensa no futuro mais como empresário. Agora, quer diversificar ainda mais os negócios. 

“Tocar televisão é muito difícil e caro. Quero parar onde estou, mas quero crescer na rádio FM. Estou com 28 rádios e quero comprar uma em São Paulo. Na hora em que aparecer uma no preço, eu compro”, afirmou o comunicador, durante entrevista com jornalistas no SBT nesta terça, 11. Ele cita o criador da Microsoft, o bilionário Bill Gates: “Perguntaram para ele se o rádio iria acabar. Ele respondeu que, se a internet acabar, o rádio vai noticiar”. 

Apesar de todo o sucesso que tem no ramo das comunicações, Ratinho já se aventurou muito nos negócios. “Todo mundo falava que avestruz seria a quarta carne. Comprei noventa. E comeram até meu relógio! Ganhei um relógio do meu grande amigão Leonardo, brilhante, lindo. Um avestruz deu uma bocada e comeu meu relógio”, lembra.

Ratinho também toma algumas decisões por impulso. Certa vez, se sensibilizou com o choro de uma vaca separada de seu bezerro e chegou a cogitar criar cabeças de gado, mas desistiu da ideia. Para não se preocupar com herança, o apresentador divide o lucro das empresas entre a mulher e os três filhos, através de uma holding. “Nada que nós temos é nosso. Todos os carros, fazendas, tudo é da holding e é repartido”, conclui.