Colegas e artistas lamentam a morte do ator João Carlos Barroso

Redação - O Estado de S.Paulo

'Foi meu parceiro no 'Zorra Total' durante três anos', relembrou Lucio Mauro Filho no 'Encontro' desta terça-feira, 13

João Carlos Barroso em foto de 2015.

João Carlos Barroso em foto de 2015. Foto: Estevam Avellar / Globo / Divulgação

O ator João Carlos Barroso morreu aos 69 anos de idade, na última segunda-feira, 12, de acordo com informações divulgadas por sua família e amigos, após ter enfrentado um câncer nos últimos tempos.

Diversos atores colegas de João Carlos Barroso no mundo da dramaturgia e outras personalidades lamentaram sua morte nesta terça-feira, 13. O ator Lucio Mauro Filho, presente no Encontro com Fátima Bernardes desta manhã, foi um deles.

"Foi meu parceiro no Zorra Total durante três anos. Sempre fazia o meu quadro junto com o Jorge Dória. Acho que agora o Dória tá lá, recebendo ele com todo o carinho que ele merece", lamentou.

Na sequência, a própria Fátima Bernardes também lamentou o fato: "Para nós é sempre uma surpresa, uma idade, para os dias de hoje ainda jovem. Deixou um trabalho que vai ficar na memória de quem trabalhou com ele, de quem assistiu, todo mundo."

João Carlos Barroso ao lado de Luciana Coutinho e Leandro Hassum no 'Zorra Total', em 2010.

João Carlos Barroso ao lado de Luciana Coutinho e Leandro Hassum no 'Zorra Total', em 2010. Foto: João Cotta / Globo / Divulgação

Nas redes sociaisJunno Andrade, namorado de Xuxa e apresentador do Dancing Brasil, escreveu: "Puxa vida, ano de despedidas... João Carlos Barroso, que Deus te receba em paz!". O cantor MC Koringa também lamentou a partida em um comentário na postagem: "Me diverti muito assistindo às novelas em que ele participou".

A atriz Tássia Camargo, atualmente morando em Portugal, lamentou: "Sempre brincava com ele,dizendo: 'você não envelhece, menino?!'. Ele sempre sorria com sua gentileza de sempre. Um homem do bem e com grande humor. Que a família sinta-se abraçada".

Confira abaixo homenagens feitas por personalidades à morte do ator João Carlos Barroso:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Puxa vida, ano de despedidas esse..... JOÃO CARLOS BARROSO, que Deus te receba em paz!

Uma publicação compartilhada por Junno (@junnoandrade) em

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ontem com o dia cheio não vi nada. Hoje ao acordar mais uma perda. O Barrosinho como era chamado. João Carlos Barroso foi-se tão cedo. Grande amigo e ator. Trabalhamos juntos nas novelas “Pão Pão, Beijo Beijo” e “Salvador da Pátria”, mas nossa amizade não ficava aí. Organizava com o Cosminho, o Cosme dos Santos, jogos de futebol dos artistas. De homens e mulheres. Viajávamos nestas aventuras juntos. Sempre brincava com ele dizendo, você não envelhece menino??!!! Ele sempre sorria com sua gentileza de sempre. Um homem do bem e com grande humor. Que a família sinta-se abraçada. Barrosinho aí está melhor que aqui. Quando eu chegar vamos rir muito. Saudade e até já

Uma publicação compartilhada por Tássia Camargo (@tassiacamargo) em

A carreira e os trabalhos de João Carlos Barroso

João Carlos Barroso estreou nas telas aos 11 anos, em 1961, no filme Pedro e Paula, uma produção argentina e brasileira, ao lado de Francisco Cuoco.

João Carlos Barroso em cena no Teatro Grande Tupi, em 1963, ainda jovem.

João Carlos Barroso em cena no Teatro Grande Tupi, em 1963, ainda jovem. Foto: Arquivo / Estadão

Seu personagem mais popular foi o Toninho Jiló, de Roque Santeiro. Ainda na década de 1960, fez trabalhos para as TV Tupi, TV Rio, TV Continental e TV Excelsior e no Grande Teatro Infantil. Em 1970, foi para a Globo, onde trabalhou até seu último papel, na novela Sol Nascente, entre 2016 e 2017, como o delegado Mesquita.

João Carlos Barroso também trabalhou em clássicos como Bem Amado Estúpido Cupido, e Os Trapalhões, além de outros trabalhos como a novela Uga Uga e o Zorra Total.

João Carlos Barroso (de camisa branca, com o telefone na mão) em cena de 'Uga Uga', no ano 2000, com Danielle Winits e Cássia Linhares.

João Carlos Barroso (de camisa branca, com o telefone na mão) em cena de 'Uga Uga', no ano 2000, com Danielle Winits e Cássia Linhares. Foto: Globo / Divulgação