Claudio Botelho faz comentários transfóbicos em rede social

- O Estado de S.Paulo

Em conversa sobre a adaptação do musical 'The Rocky Horror Picture Show', o diretor criticou escalação da atriz Laverne Cox

O ator e produtor Claudio Botelho, diretor do espetáculo 'Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos'.

O ator e produtor Claudio Botelho, diretor do espetáculo 'Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos'. Foto: Marcos Arcoverde/Estadão

O ator e produtor Claudio Botelho fez comentários transfóbicos em um post do Facebook ao criticar a adaptação para a TV do musical The Rocky Horror Picture Show, exibida na semana passada pelo canal norteamericano Fox. Ele e o também produtor Charles Möeller estão montando a versão brasileira do musical. Em conversa com o colega na rede social, Botelho criticou a escalação da atriz transgênero Laverne Cox, famosa pelo papel de Sophia Burset na série Orange Is The New Black.

“Gente, esse tipo de coisa tá se propagando porque os pais não batem mais nos filhos. Falta surra! Só que se um pai vai e bate numa LaverME dessas, vem uma entidade de direitos de bichas e diz que ela é uma alma de mulher presa num corpo de homem? Heinnnnnn? E eu que sou uma alma de loiro e olho azul perdido num corpo de mineiro do interior há cinquenta anos e ninguém me defendeu nunca? Eu não tenho direitos humanos?", escreveu Botelho no post de um amigo. Os comentários foram apagados após a divulgação dos prints, divulgados pelo site Teatro em Cena. 

Em março, o ator e produtor se envolveu em outra polêmica. Um áudio vazado revelou uma discussão entre ele e a atriz Soraya Ravenle após a interrupção da peça Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos, em Belo Horizonte. Botelho disse que a cidade fictícia do espetáculo tinha um "ex-presidente ladrão e uma ladra que ia sofrer um impeachment". No áudio, a atriz criticou a provocação ao público e Botelho rebate que os espectadores são "neofascistas".