Chris Brown deve desistir de macaco de estimação por decisão judicial

Agência - AP

Cantor mantinha um animal da espécie capuchinho de forma ilegal e terá de pagar US$ 35 mil pelos cuidados do primata no abrigo

O rapper Chris Brown.

O rapper Chris Brown. Foto: Scott Roth/Invision/AP

Um juiz de Los Angeles disse nesta quarta-feira, 4, que Chris Brown deve renunciar a todos os direitos de posse de seu antigo macaco de estimação, Fiji, que foi recolhido por autoridades de vida selvagem há mais de um ano. O animal estava com o cantor de forma ilegal.

Além de ter de abrir mão do primata, o artista terá de pagar US$ 35 mil pelos cuidados que Fiji está recendo no abrigo, não poderá visitá-lo nem comprar um novo mascote.

As condições foram impostas para que as acusações contra ele, de posse sem autorização, sejam retiradas. Se Brown atendê-las, estará livre em junho do próximo ano.

No começo de 2018, o cantor publicou uma foto em que a filha está abraçada a um macaco capuchinho. Agentes de órgãos de vida selvagem da Califórnia levaram o animal logo depois.