Chef britânico Gary Rhodes morre aos 59 anos

Kate Holton - Reuters

Ele havia participado de programas como 'Masterchef' e 'Hell's Kitchen' e recebeu homenagem de outros chefs conhecidos, como Gordon Ramsay

Gary Rhodes ficou conhecido como um dos primeiros "chef celebridade". Em 1997 lançou a marca de champagne do Manchester United

Gary Rhodes ficou conhecido como um dos primeiros "chef celebridade". Em 1997 lançou a marca de champagne do Manchester United Foto: Dan Chung / Reuters

O chef e apresentador de televisão britânico Gary Rhodes morreu aos 59 anos, ganhando homenagens de colegas como Gordon Ramsay, Jamie Oliver e Prue Leith por ser um "astro do rock da culinária".

Conhecido por seu cabelo castanho espetado e seu amor pela cozinha britânica, Rhodes adoeceu subitamente durante um intervalo nas filmagens de uma nova série em Dubai, disse sua família em um comunicado.

Rhodes liderou uma nova onda de 'chefs personalidades' britânicos nos anos 1990, cozinhando em quase todos os continentes para astros como a princesa Diana, Tom Hanks e o time de futebol Manchester United. Ele atuou nos programas de culinária Masterchef, Hell's Kitchen e outros, muitas vezes recriando pratos britânicos clássicos.

"A família Rhodes está profundamente entristecida de anunciar a morte do marido, pai e irmão amado Gary Rhodes", disseram. "Gary morreu na noite passada, ao 59 anos, com sua amada esposa Jennie ao seu lado". 

Gordon Ramsay, conhecido por sua personalidade televisiva áspera, comandou as homenagens, classificando Rhodes como um chef fantástico que colocou a cozinha britânica no mapa. Jamie Oliver, chef e ativista da alimentação saudável, descreveu Rhodes como um "embaixador incrível da culinária britânica". Prue Leith, uma das chefs mais célebres do Reino Unido, disse: "Gary foi o primeiro astro do rock da culinária, fazendo com que fosse legal homens cozinharem. Corte de cabelo espetado, calças justas, cheio de energia. E um grande chef".