Charlize Theron relata caso de assédio durante primeira audição

Redação - O Estado de S.Paulo

Sul-africana tinha 18 anos e fazia o primeiro teste para iniciar a carreira como atriz

A atriz sul-africana Charlize Theron.

A atriz sul-africana Charlize Theron. Foto: AFP / ADRIAN SANCHEZ-GONZALEZ

A atriz Charlize Theron relatou na última segunda-feira, 29, durante uma entrevista ao programa de rádio de Howard Stern, que foi vítima de assédio durante sua primeira audição, quando tinha por volta de 18 anos.

A sul-africana protagonista de Monster - Desejo Assassino conta que sua primeira audição para um filme foi realizada na casa de um importante produtor de cinema, em um sábado à noite. "Eu bati na porta e ele abriu vestindo pijamas", disse. A atriz começou a estranhar o comportamento do homem, que estava ingerindo bebidas alcoólicas. Ela sugeriu que lesse um roteiro para ele avaliar, o que foi negado porque "iriam apenas conversar".

Em certo momento, o produtor coloca as mãos no joelho da atriz, que inventa uma desculpa para ir embora do local. Anos depois, ela chegou a confrontá-lo por conta do assédio e ele disse não se lembrar do encontro. "Levei oito anos para resolver isso porque ele me ofereceu um emprego e eu fui apenas para ter meu momento", contou.

Apesar de não revelar o nome do produtor, Charlize conta que "ele era muito importante e ainda é". Em 2017, ela se manifestou durante o movimento #MeToo e disse não estar surpresa após as acusações contra o produtor Harvey Weinstein.

Assista a um trecho da entrevista: