'Casão é um herói', diz Baby do Brasil sobre 'celibato' com Casagrande

Redação - O Estado de S.Paulo

Cantora relembrou relacionamento que durou alguns meses e chegou ao fim em 2017 em entrevista ao 'Conversa com Bial'

Baby do Brasil e Walter Casagrande em 2016.

Baby do Brasil e Walter Casagrande em 2016. Foto: Instagram / @babydobrasiloficial

A cantora Baby do Brasil relembrou seu namoro com o comentarista Walter Casagrande em entrevista ao Conversa com Bial que irá ao ar nesta sexta-feira, 3.

Questionada por Pedro Bial sobre como ele lidou com o 'celibato' de Baby, ou seja, terem mantido um namoro sem relações sexuais, a cantora respondeu: "Casão é um herói."

Ela ainda relembra os 18 anos em que ficou sem beijar ninguém antes de seu relacionamento com o ex-jogador, e afirma tê-lo ajudado a lidar com o vício em drogas.

"Ele é uma pessoa incrível, muito querido, inteligente. Foi bacana porque ele me perguntou tudo de Cristo", contou ela.

VEJA TAMBÉM: Artistas que já formaram um casal e você nem lembrava mais

Ramón Vasconcelos/ Globo
Ver Galeria 38

38 imagens

O relacionamento entre Baby do Brasil e Casagrande

Em entrevista ao site Ego à época em que estavam juntos, o casal revelou que deu o primeiro beijo apenas após cerca de três meses. "Ela tem muito mais coisas interessantes do que a relação sexual. Ela é muito mais do que isso", afirmava Casagrande.

Casagrande e Baby do Brasil assumiram o relacionamento em dezembro de 2016. Cerca de três meses depois, o namoro chegou ao fim.

"Casão é um querido! A gente percebeu que não estava dando 'liga' por causa de nossas agendas. Tomei a decisão (de terminar o namoro) gostando dele e foi muito chato pra mim porque eu gosto de grude, de andar perto", justificou Baby sobre o término, na ocasião.