Carrie Fisher mandou uma língua de boi para produtor que assediou uma de suas amigas

Redação - O Estado de S.Paulo

‘Se você encostar [...] em qualquer outra mulher novamente, a próxima entrega vai ter algo muito menor de você dentro', escreveu a atriz

A atriz Carrie Fisher já mandou uma língua de boi para produtor de Hollywood que assediou uma de suas amigas

A atriz Carrie Fisher já mandou uma língua de boi para produtor de Hollywood que assediou uma de suas amigas Foto: Kevork Djansezian/Reuters

A atriz Carrie Fisher, que morreu em dezembro de 2016 em decorrência de uma parada cardíaca, já mandou uma língua de boi para um produtor de Hollywood que assediou uma amiga. A história foi contada por Heather Ross, que trabalha nos bastidores da produção dos filmes e foi amiga de Fisher por vários anos.

Em um programa de rádio do Arizona, Ross explicou que marcou um encontro com um produtor que ela havia conhecido na internet. “Eu nunca pensei que aconteceria comigo, sou acima do peso e nunca quis ser atriz. Quando eu entrei no carro dele, ele se jogou em cima de mim. Aconteceu tão rápido que eu fiquei com vergonha de mim mesma”, disse. “Pensei que tinha feito algo errado, que só por ter ido me encontrar com ele havia sinalizado que era pra isso acontecer”, continuou.

Ela então contou o ocorrido para Fisher, que ficou furiosa. “Ela mandou uma língua de boi em uma daquelas embalagens verdes com laço branco da Tiffany para o estúdio em que o produtor trabalhava”, falou. “Além da língua ela mandou um bilhete escrito: ‘Se você encostar na minha querida Heather ou em qualquer outra mulher novamente, a próxima entrega vai ter algo muito menor de você dentro'”, riu.  

“A Carrie era desse jeito. Sinto muito falta dela, ela sempre defendia os oprimidos e não tinha medo de falar verdades na cara dos outros”, finalizou. Ouça abaixo o trecho em que Heather conta a história (em inglês).