Cardi B alega inocência após novas acusações sobre briga em boate

Agência - AP

Rapper teria arremessado cadeiras e garrafas em bartenders

Rapper Cardi B chega ao tribunal para responder às acusações de agressão em uma boate. 

Rapper Cardi B chega ao tribunal para responder às acusações de agressão em uma boate.  Foto: TIMOTHY A. CLARY / AFP

A rapper Cardi B foi indiciada nesta terça-feira, 25, por novas acusações criminais relacionadas a uma briga no ano passado em uma boate de Nova York.

"Inocente, senhor", disse a rapper vestida com um terninho azul escuro e rosa claro com o cabelo tingido de azul enquanto testemunhava na corte estadual após as acusações de tentativa de agressão, mau comportamento, assédio, solicitação criminal, conspiração e perigo imprudente.

A estrela do rap, cujos sucessos no topo das paradas incluem I Like It e Bodak Yellow, mostrou seu estilo em cada uma de suas aparições no tribunal. Ela não falou com os repórteres quando entrou e saiu do tribunal, mas acenou para uma pequena multidão de fãs que gritaram o nome dela e gravaram vídeos em seus celulares.

Cardi B, de 26 anos, cujo nome real é Belcalis Almanzar, e membros da sua equipe discutiram com um barman no Angels Strip Club, segundo a polícia. Eles dizem que, na briga, foram jogados cadeiras, garrafas e cachimbos de narguilé, causando pequenos ferimentos à mulher e a outro empregado.

Cardi B originalmente só tinha sido acusada de delinquência. Os promotores apresentaram o caso a um grande júri após ela rejeitar um acordo em que não seria condenada pelo delito a menos que não houvesse reincidência dentro de um prazo determinado. Dois outros réus no caso que supostamente participaram da briga também se declararam inocentes na terça-feira por acusações semelhantes.

O juiz definiu que a próxima data da corte será 9 de setembro, mas a rapper não precisa comparecer.