Cantora Maraisa revela que teve covid-19 e aparece doando plasma

João Pedro Malar* - O Estado de S.Paulo

Assessoria da sertaneja, que faz dupla com a irmã Maiara, informou que ela testou positivo para anticorpos do novo coronavírus há cerca de dois meses

A cantora Maraisa testou positivo para anticorpos do novo coronavírus, mas não apresentou sintomas da doença

A cantora Maraisa testou positivo para anticorpos do novo coronavírus, mas não apresentou sintomas da doença Foto: Alex Silva/ Estadão

A cantora Maraisa surpreendeu os seguidores na quinta-feira, 1, quando apareceu em um hospital e disse, na legenda de uma publicação no Instagram, que estava doando plasma sanguíneo. Procurada pelo Estadão, a assessoria da sertaneja confirmou que ela teve covid-19.

Segundo a assessoria, Maraisa realizou um teste para anticorpos do novo coronavírus a cerca de dois meses, e o resultado foi positivo. “O quadro dela foi totalmente assintomático”, informou a equipe da cantora. 

Também foi informado que a irmã e companheira de dupla de Maraisa, Maiara, realizou um teste para anticorpos para o novo coronavírus. O resultado, porém, foi negativo.

“Doe plasma”, disse Maraisa na publicação, incentivando as pessoas que tiveram covid-19 a doar parte do material sanguíneo. Também chamado de plasma convalescente, ele possui diversos anticorpos, incluindo os que combatem o novo coronavírus e são identificados em exames.

Apesar disso, a eficácia do uso do plasma para tratar pessoas com covid-19 ainda não foi comprovada. “Os estudos realizados [sobre plasma] foram relativamente pequenos. Em alguns casos, apontaram para alguns benefícios, mas ainda não são conclusivos”, disse a cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, em uma coletiva de imprensa em agosto de 2020.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

DOE PLASMA #plasmaconvalescente

Uma publicação compartilhada por Maraisa (@maraisa) em

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais