Calçados de Katy Perry saem de sites após acusação de blackface

Redação - O Estado de S.Paulo

Modelos de mocassins e sandálias de salto nas cores preta, bege e dourada tinham olhos, nariz e boca

A cantora Katy Perry.

A cantora Katy Perry. Foto: Mario Anzuoni/Reuters

O site Katy Perry Collections, que vende produtos com a marca da cantora, retirou do ar modelos de calçados após internaturas acusarem o design de blackface.

As plataformas Walmart e Dillard, que também vendiam os sapatos, parecem ter tirado do ar os links que direcionavam para os modelos nesta segunda-feira, 11.

Os calçados criticados são mocassins e sandálias de salto que têm um rosto, com olhos azuis, nariz triangular e boca vermelha. Eles foram disponibilizados nas cores preta - considerada problemática -, bege e dourada.

Fontes ligadas a Katy disseram ao site TMZ que os sapatos fazem parte de uma linha que ela projetou e lançou, mas nunca para serem ofensivos.

Um representante da cantora disse à NBC News que os modelos fazem parte de uma coleção lançada no ano passado em nove tons diferentes (preto, azul, ouro, grafite, chumbo, nude, rosa, vermelho e prata) e foram "idealizados como uma referência à arte moderna e ao surrealismo".

"Fiquei triste quando me chamou a atenção que estava sendo comparado a imagens dolorosas que lembram o blackface", disse a cantora. "Nossa intenção nunca foi provocar qualquer dor." Os sapatos foram retirados do site Katy Perry Collections em nome dela e da Global Brands Group, disse o representante.