Caio Braz traz cultura brasileira e comunicação interativa para o público digital

Bárbara Pereira* - O Estado de S.Paulo

Os programas ‘Brazil Explained’ e ‘Xou das Nove’ são apostas recentes do artista

'Eu sempre gostei de fazer conteúdo em inglês. No Youtube cabe isso, é um lugar totalmente universal'.

'Eu sempre gostei de fazer conteúdo em inglês. No Youtube cabe isso, é um lugar totalmente universal'. Foto: Estudio Bingo / Divulgação

Caio Braz é um artista multitarefa. O pernambucano marca presença em diversas plataformas, com foco na criação de conteúdo, e produz informação de qualidade com humor. Apresentou o GNT Fashion por cinco anos ao lado da jornalista de moda Lilian Pacce, publica vídeos de viagem em seu canal no YouTube e se aventura na gastronomia com o programa Marmitas e Merendas, também da GNT. Em um mundo tão inquieto e pautado pela interatividade, Caio soube, mais uma vez, explorar seu lado de comunicador.

Seus dois projetos mais recentes começaram em julho. Primeiro veio o Brazil Explained, um programa no Youtube sobre cultura brasileira direcionado ao público estrangeiro, com vídeos curtos, informativos e com cores lúdicas. Até o momento, o conteúdo já passa das 25 mil visualizações. Já o Xou das Nove veio apenas dois dias depois e tornou-se pioneiro no segmento. De segunda a sexta, às 21h, Caio entrevista alguma personalidade com transmissões ao vivo no Instagram. A proposta é tão diversificada que já contou com a participação de humorista, astróloga, político e influenciador digital.

O que é o Brasil?

A bagagem cultural adquirida ao redor do mundo motivou a criação do Brazil Explained. “Eu sempre gostei de fazer conteúdo em inglês. No Youtube cabe isso, é um lugar totalmente universal, então pensei: ‘Vamos fazer uma série bem massa em inglês desconstruindo o Brasil, explicando as dúvidas principais que um gringo poderia ter sobre o País, e ironizando um monte de coisas sobre a gente’”, explica. Assim surgiu a série, que terá oito episódios na primeira temporada, sempre girando em torno do comportamento brasileiro.

Durante suas viagens, os estrangeiros sempre diziam ao Caio que ele não tinha cara de brasileiro, “mas eu me pergunto, qual é a cara de um brasileiro? A gente é uma mistura”, indaga. Por isso a relevância de levar esses temas ao público: “É pra mostrar que tem muitas coisas aqui no Brasil além de samba, bananas, Amazônia, Gisele Bündchen e Neymar”, ou seja, expandir o alcance do olhar sobre assuntos brasileiros.

“Tem uns episódios que as pessoas amam, que são os mais divertidos. Os que são mais ácidos, as pessoas ainda têm uma certa tendência a rejeitar”, comenta, se referindo principalmente ao episódio sobre política, no qual muitas pessoas questionaram o porquê de Caio falar mal do Brasil. “Brasileiro tem toda a moral para questionar política, corrupção, jeitinho brasileiro. Tem que falar das coisas desconfortáveis”, explica.

Em 'Brazil Explained', Caio Braz traz a cultura brasileira para o público estrangeiro.

Em 'Brazil Explained', Caio Braz traz a cultura brasileira para o público estrangeiro. Foto: Estudio Bingo / Divulgação

Bate-papo relevante

O Xou das Nove foi outra proposta de Caio, agora no Instagram, que está fazendo um tremendo sucesso. “A ideia é super pioneira, mas não é extremamente inovadora. A plataforma está aí para todo mundo, só que ninguém tinha olhado isso”, conta. No programa, ele entrevista personalidades dos mais variados segmentos por meio de uma transmissão ao vivo na rede social. Na lista de entrevistados, já passaram nomes como o da artista Gretchen, o humorista Gregório Duvivier, a apresentadora Astrid Fontenelle e até o candidato à presidência Guilherme Boulos.

É nesse cenário de surgimento de novas plataformas e rodas de conversa que o Xou das Nove se estabelece como um ambiente de interatividade. Na live, os telespectadores podem comentar, curtir e interagir tanto com o entrevistado, quanto com o apresentador. Isso aumenta a potência do programa e garante a inserção de pessoas que, antes da internet, não tinham a oportunidade de participar tão livremente de debates relevantes. “Eu acho essencial a presença das pessoas. Esse é o sucesso do Xou das Nove, você poder interagir. É uma troca muito interessante”, opina Braz.

O programa também se destaca na representatividade da comunidade LGBT, e isso vai muito além das pautas abordadas: o protagonismo dos participantes é fator essencial na produção. “Eu sou gay, então preciso participar dessa conversa. Acho que a grande mídia brasileira ainda não dá espaço para alguém da comunidade LGBT conduzir essa conversa. Só dão voz aos gays em lugares em que a gente precisa falar da cultura LGBT, e não de outras culturas. Ainda existe muito preconceito. A internet é o lugar em que a gente consegue fazer isso, só precisa romper essa barreira”, conclui. 

* Estagiária sob supervisão de Charlise Morais