Cachê polêmico de R$ 575 mil de Wesley Safadão será doado para instituições de caridade

- O Estado de S.Paulo

Apôs a confusão que envolveu o Ministério Público Federal, o cantor decidiu doar toda a arrecadação

O cantor decidiu doar todo o seu cachê para instituições de caridade.

O cantor decidiu doar todo o seu cachê para instituições de caridade. Foto: Reprodução/Instagram

O cantor Wesley Safadão decidiu encerrar toda a polêmica envolvendo seu cachê de R$ 575 mil que receberia por se apresentar no São João de Caruaru em Pernambuco. 

Durante o seu show na madruga deste domingo, 25, Safadão revelou que vai doar toda a quantia para insituições de caridade da cidade.

“Se o problema é dinheiro, pode espalhar aí que o meu cachê está voltando para Caruaru para ajudar quem realmente precisa. Em Caruaru eu toco até de graça. O que eu não quero é ficar de fora desta festa”, disse o artista para o público.

Uma semana antes de realizar o show em questão, o Ministério Público Federal apontou uma disparidade de 294% em relação ao valor que o cantor cobrará nos shows da Capital do Forró e cobrou explicações do prefeito José Queiroz.

Um pedido de cancelamento do show foi formalizado na Justiça com alegações de superfaturamento. A liminar de suspensão chegou a sair, mas no mesmo dia o desembargador José Viana acatou o pedido da prefeitura e manteu a apresentação do cantor.

"Porque música é isso, eu amo o que eu faço e Deus já me abençoa demais. Todo o meu cachê vai se revertido para as instituições de caridade aqui de Caruaru e podem perguntar se eu vou receber meu cachê, eu vou, mas vou doar tudo e eu fiz questão de falar isso em público", enfatizou Safadão.