Bruna Marquezine fala sobre atrito com Anitta: 'Não fazia sentido'

Redação - O Estado de S.Paulo

A atriz negou que tenha brigado com a cantora, mas confessou que rolou um desconforto

Ao Poddelas, Bruna Marquezine comentou sobre sua relação com Anitta.

Ao Poddelas, Bruna Marquezine comentou sobre sua relação com Anitta. Foto: YouTube/Poddelas

Bruna Marquezine comentou sobre o atrito que teve com Anitta. Em entrevista ao Poddelas nesta quinta-feira, 24, a atriz contou como ocorreu a reaproximação e reconciliação entre elas. 

"Ela estava fazendo os ensaios de carnaval no Rio, e eu sempre gostei das músicas dela, independente da gente se falar ou não, ter uma amizade ou não, ter uma coisa mal resolvida ou não. Eu sempre consegui separar isso da minha admiração", disse.

"Eu já estava sentindo há um tempo uma vontade de falar para ela: 'Ei, está tudo bem, não existe nada'. Porque o que existiu era uma coisa tão boba, tão pequena, relacionada a um relacionamento que nem existe mais, por causa de homem."

O desentendimento entre elas ocorreu em 2019, quando Anitta ficou com Neymar, após o fim do namoro dele com Bruna. A atriz disse que não houve briga e acrescentou que não fazia sentido ela deixar de conversar com a cantora.

"De fato, a gente nunca brigou, rolou uma questão, um desconforto e eu fiquei magoada, mas eu não tenho mais argumento para sustentar isso."

Bruna disse ainda que as pessoas acabavam reforçando essa inimizade e fazendo comparações. "Então isso foi alimentado por muito tempo, mas não fazia sentido."

No início deste ano, a atriz foi para um dos ensaios feitos por Anitta e as duas se resolveram. "Ela já tinha bebido um pouco e quando ela me viu disse: 'Eu não te odeio'. E eu falei: 'Obrigada, eu também não te odeio'."

A partir disso, as duas continuaram conversando e foram criando um vínculo de amizade naturalmente. 

 

 

Filme da DC Comics

Confirmada no elenco de Besouro Azul, Bruna contou que as gravações do filme vão durar quase cinco meses e ocorrerão em Atlanta e Porto Rico. No próximo dia 9, ela desembarca nos Estados Unidos para começar o trabalho.

Por conta da pandemia, ela terá que ficar lá durante esse tempo. "É um filme de ação, de super-herói, as filmagens são muito intensas, então a gente vai ficar direto."

A atriz lembrou que o teste para essa produção veio depois do teste que ela fez para ser a Supergirl em The Flash, mas acabou ficando em segundo lugar. 

"Eu já fazia testes para trabalhos fora do Brasil há alguns anos e também já vinha me preparando para isso. Aí veio esse teste. Foi um processo bem semelhante ao outro."

Segundo ela, na primeira fase da seleção, ela precisou mandar um vídeo. "A medida que você vai evoluindo, você vai fazendo testes presenciais. O segundo teste, por conta da covid-19, foi uma reunião com o diretor por Zoom."

Já a terceira etapa foi presencial, em Los Angeles. Ela contou que tudo foi ocorrendo de maneira rápida e o tempo de uma fase para a outra era questão de poucos dias.

Além disso, Bruna revelou que faz esses processos sem saber para qual filme ou personagem. "No outro teste, eu só soube que era para fazer a Supergirl quando ela [Sasha Calle] postou o vídeo."