Bruce Dickinson provoca Rob Halford por uso de teleprompter em shows

Redação - O Estado de S.Paulo

Músico fez piada com letra de ‘Breaking the Law’ durante turnê de divulgação de livro; assista

Famoso pela presença de palco marcante e como voz do Iron Maiden, Bruce Dickinson tem outras facetas menos conhecidas

Famoso pela presença de palco marcante e como voz do Iron Maiden, Bruce Dickinson tem outras facetas menos conhecidas Foto: Filipe Araújo/Estadão

O vocalista do Iron Maiden, Bruce Dickinson, criticou artistas que utilizam o teleprompter para lembrar as letras em suas apresentações, em especial Rob Halford, vocalista do Judas Priest. O comentário ocorreu na última sexta-feira, 6, durante uma parada da turnê de divulgação de seu livro What Does This Button Do?, na cidade de Hamburgo, na Alemanha.

"Eu não uso um teleprompter no palco. Muitos cantores simplesmente tem as palavras ali: 'Breaking the law, breaking the law, breaking the law, breaking the law, breaking the law, breaking the law, breaking the law.' Quebrando o quê? 'Breaking the law. Breaking the law’", disse, em referência à música do Judas Priest.

Essa provocação já tinha sido feita em 2014, em uma entrevista de Bruce ao jornal britânico The Guardian. “Eu nunca percebi que as pessoas estavam usando Autocues [marca de teleprompter]. O que é isso? As pessoas pagam um bom dinheiro e você não consegue nem lembrar as malditas palavras”, disse o cantor. “O mais idiota que já vi foi ‘Breaking the Law’, é ridículo”.

Na época, Rob Halford respondeu em outra entrevista, "Bruce Dickinson é um grande amigo. Eu o amo até a morte. Em relação ao que as pessoas falam umas sobre as outras, não acho que signifique muito, para ser honesto. Sei que o coração de Bruce está no lugar correto e que ele só falou o que disse, e isso é tudo que há para comentar”. 

Em 2005, Dickinson já havia criticado o cantor Ozzy Osbourne por usar o artíficio para lembrar suas letras. "Nós não precisamos de um teleprompter [como Ozzy]", disse. O comentário causou retaliações durante apresentação de sua banda no Ozzyfest, quando a energia foi cortada algumas vezes por Sharon Osbourne, esposa e empresária do vocalista do Black Sabbath.

Assista ao vídeo do comentário de Bruce Dickinson: