Brad Pitt aprova cardápio vegano no Globo de Ouro: 'quando eles fazem carne nunca é boa'

João Pedro Malar* - O Estado de S.Paulo

Todo mundo pode comer comida vegana, mas nem todo mundo pode comer carne’, ressaltou o ator em entrevista

Brad Pitt no tapete vermelho de 'Ad Astra' em Los Angeles, Califórnia

Brad Pitt no tapete vermelho de 'Ad Astra' em Los Angeles, Califórnia Foto: Matt Winkelmeyer/Getty Images/AFP

Brad Pitt falou sobre a decisão da organização do Globo de Ouro de adotar um cardápio vegano na premiação. Em entrevista para a Associated Press, o ator disse ser favorável à mudança.

“Eu sou a favor [da decisão], faz sentido porque todo mundo pode comer comida vegana, mas nem todo mundo pode comer carne”, disse o ator. Ele aproveitou para brincar com a qualidade gastronômica da premiação: “A propósito, quando eles fazem carne nunca é boa. E eles adoram fazer peixe, o que eu não entendo porque depois todo mundo fica andando com hálito de peixe”.

Segundo a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, responsável pelo Globo de Ouro, a iniciativa buscou chamar atenção para a causa e para um consumo consciente. “A comida que comemos, a forma como cultivamos a comida que comemos, a forma como dispomos da comida são alguns dos maiores contribuintes da crise climática", disse o presidente da associação, Lorenzo Soria.

 
Pitt ganhou o prêmio de melhor ator coadjuvante por sua atuação em Era Uma Vez… Em Hollywood, do diretor Quentin Tarantino. O filme também levou o prêmio de melhor roteiro de cinema. Confira a lista completa de vencedores do Globo de Ouro. 

Em seu discurso de vitória o ator aproveitou para fazer uma brincadeira com Leonardo DiCaprio, colega de elenco no filme. “Eu teria dividido a tábua (com você)”, brincou, fazendo uma referência ao filme Titanic.

VEJA TAMBÉM: Globo de Ouro abre temporada de premiações

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais