Bárbara Paz declara seu amor a Hector Babenco nas redes sociais

- O Estado de S.Paulo

Atriz usou a capa do Carderno 2, do 'Estado', para se expressar no Instagram

Foto: Sérgio Castro/ Estadão

Bárbara Paz usou sua conta no Instagram no último domingo, 7, para falar das saudades do cineasta Hector Babenco, que morreu em julho deste ano. A foto escolhida para ilustrar a mensagem foi a capa do Caderno 2, do Estado (leia aqui a matéria completa). 

"Acordo e me viro para te abraçar . Só o que encontro é um HD ao meu lado. Você deixou gravado todas as vozes silêncios e imagens para minhas retinas. Às vezes choro, às vezes sinto você em mim. Uma voz que diz - reage, reage. Você virou uma voz", escreveu a atriz.

O casal estava junto de 2007, quando se conheceram na Festa Literária Internacional de Paraty.

 

Acordo e me viro para te abraçar . Só o que encontro é um HD ao meu lado .Você deixou gravado todas as vozes silêncios e imagens para minhas retinas . As vezes choro , as vezes sinto você em mim . Uma voz que diz - reage , reage. Vc virou uma voz . Meu hd que carrego para todos os lados onde vou . Com ele costuro você . Sinto sua dor e sua vontade de estar vivo . Seu humor seu amor, e nós. Sempre nós. Uma mão que segura a outra . Sentimos essa morte de perto e brincamos com ela . Como vc me disse –eu ja vivi a minha morte , agora só falta fazer o filme , da minha morte , e eu te pergunto, - e como será? E vc diz - Acho que será um solilóquio !. E inventávamos mais uma vez as outras mortes que ainda viriam . Fiz tudo que você me pediu . Só errei a gravata , vc pediu a de bolinha e eu coloquei a cinza. A Cinemateca estava linda , o dia estava ensolarado. entrava luzes por todos os lados , teve champanhe musica e vinho tinto .Todos estavam sorrindo e de alguma forma vivos e falantes. Faltava você chegar . Vieram todos no seu funeral ..seus amigos , e seus inimigos também , ( vc falaria isso ) estou ouvindo sua voz.. Até seu ex patrão do cemitério do Morumbi veio . Sim, era verdade ,vc realmente foi o melhor vendedor de túmulos. As histórias que vc contava aos poucos vão fazendo sentindo e se tornando verdadeiras. Afinal você nunca contava uma história do mesmo jeito. dizia que sempre tem que se mudar um pouco e inventar coisas novas . meu amor seu solilóquio terá todo o lirismo com o qual vc regeu sua vida. Assim como prometi pra você . B #documentáriohb#estadao#domingo#merten#ubiratan#obrigada

A photo posted by Bárbara Paz (@barbararaquelpaz) on