Atriz portuguesa recebe críticas por compartilhar foto de filho de 3 anos beijando menina

Redação - O Estado de S.Paulo

Sofia Arruda apagou a publicação feita no Instagram, mas defendeu posicionamento; ela foi acusada de 'sexualização infantil'

A atriz Sofia Arruda foi criticada por publicar uma foto do filho de 3 anos beijando uma menina na boca.

A atriz Sofia Arruda foi criticada por publicar uma foto do filho de 3 anos beijando uma menina na boca. Foto: Instagram/@sofiaarrudagram

A atriz portuguesa Sofia Arruda recebeu críticas ao compartilhar uma foto do filho de 3 anos beijando uma menina no perfil dela no Instagram.

A publicação trazia as duas crianças dando um beijo na boca e revoltou os internautas pelo fato de a atriz ter se referido ao momento como "o primeiro beijinho na boca" e questionar se "o amor" seria "de verão ou para a vida toda".

"Que pintou um clima, pintou", escreveu Sofia. Ela completou alegando conhecer os pais da menina e que, por isso, estava "tudo certo".

Após ser criticada, a artista apagou o post, mas defendeu a foto nos stories do Instagram. Ela disse que "duas crianças amigas trocam um beijinho da mesma forma que poderia ser um abraço" e chamou de "doentes" aqueles que a acusaram de sexualização infantil.

Sofia ainda escreveu que o motivo de ter apagado o registro era por não ter criado a página na rede social "para gerar polêmicas nem alimentar fofocas". "Vamos guardar essa fotografia em casa para mais tarde eles recordarem deste momento bonito. Se a internet está doente, eu não compactuo com isso", finalizou.

 

 

Caso provocou discussões nas redes sociais

No Twitter, enquanto alguns internautas defenderam o posicionamento da atriz, outros aproveitaram o momento para discutir sobre os limites da exposição infantil nas mídias sociais.

Em um tuíte que acumula quase 95 mil curtidas, a psicopedagoga Beatriz Macedo defendeu que "criança não namora". Conforme Beatriz, a "erotização precoce" pode preceder várias formas de abuso.

"Criança não tem discernimento para permitir nada disso. Uma criança que é submetida a esse tipo de comportamento está sendo submetida a assédio", alegou.

A psicopedagoga ainda pediu para que a sociedade pare de fazer comentários que sexualizam corpos infantis. "Parem de falar do órgão genital de meninos como se fossem troféu de pais, parem de falar que 'essa menina tem corpinho de moça', parem de dizer que 'vai dar trabalho quando crescer'", escreveu.

Outros usuários da internet criticaram a postura da atriz após excluir a postagem, argumentaram que Sofia deveria ter feito um pedido de desculpas e alertaram para a importância de combater os riscos do abuso infantil.