Assista: Eike Batista e Oscar Maroni brigando pelo biquíni de Luma de Oliveira no Faustão 

- O Estado de S. Paulo

Hoje, o empresário faz parte do noticiário político e policial, mas esse vídeo é a prova de que os tempos são outros no Brasil

Faustão, Oscar Maroni, Eike Batista e Luma Oliveira em um programa de 2001

Faustão, Oscar Maroni, Eike Batista e Luma Oliveira em um programa de 2001 Foto: Reprodução/ YouTube Albert X

Nesta quarta-feira, 1, Eike Batista está entre as principais notícias do dia, pois deixou o presídio em Bangu 9 para dar o seu primeiro depoimento, após a sua prisão, à Polícia Federal. O empresário é acusado de pagar propina de 16,5 milhões de dólares ao ex-governador do Rio, Sérgio Cabral. Com a prisão, Eike Batista se tornou o 'malvado favorito' da internet que já recuperou tuítes antigos de Luciano Huck sobre o empresário, fez memes sobre a ida dele para o presídio, tirou sarro da careca dele e também reagiu com ironia à hashtag para apoiá-lo. Nesta saga para comparar os dias de prisioneiro aos dias de mega empresário de sucesso, o blog de entretenimento 'Não Salvo' relembrou o dia que Eike Batista e Oscar Maroni brigaram pelo biquíni de Luma de Oliveira no Programa do Faustão.

O vídeo, que mostra um trecho do programa da Globo de 2001, é a prova de que os tempos são outros no Brasil. Naquela época, além de Eike Batista ser exemplo do brasileiro que venceu na vida, Faustão ainda não tinha feito a cirurgia de redução do estômago, Luma era a musa do Carnaval e Oscar Maroni (acredite!) era apresentado como psicólogo, fazendeiro e empresário de hotelaria em um programa transmitido no domingo à tarde. Juntos, eles protagonizam uma briga para ver quem fica com o biquíni que a atriz usou em fotos para a Playboy e que foi leiloado posteriormente.

Oscar Maroni arrematou a peça íntima por R$ 6.001 e queria deixá-la exposta em "um hotel no museu da sensualidade da mulher brasileira", que segundo ele já tinha peças de Hebe Camargo, Dercy Gonçalves e Maísa.

Eike estava de óculos escuros! O empresário diz que se fosse na idade média eles resolveriam a questão com um duelo de espadas e chegou a oferecer R$ 35 mil para reaver a peça usada pela mulher.

Luma ficava repetindo que pela "lei do coração" o dinheiro deveria ser destinado à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae)de Niterói. "Espero que o biquíni vá para minha casa e fique na companhia dos meus filhos", disse a musa.

O Faustão ficava interrompendo todo mundo mesmo, como sempre. Se você não acreditou em nada do que está escrito aqui, assista: