'As pessoas desejam ver os diferentes se unindo', diz Parisa Fitz-Henley sobre Meghan e Harry

Pedro Prata* - O Estado de S.Paulo

Atriz interpreta Meghan Markle no filme que conta a história da união da norte-americana com o príncipe inglês

Príncipe Harry e Meghan Markle

Príncipe Harry e Meghan Markle Foto: Toby Melville/Reuters

Murray Fraser e Parisa Fitz-Henley foram os dois atores escolhidos para interpretar o príncipe Harry e Meghan Markle no filme televisivo Harry e Meghan: Um Amor Real, sobre a história de amor que culminará com o casamento real no próximo dia 19. Muito se falou que eles são fisicamente parecidos com o casal, e eles acreditam que as semelhanças vão além da aparência.

Parisa é uma atriz norte-americana com descendência jamaicana. O fato de ter ascendentes oriundos de fora dos Estados Unidos e ser atriz possibilitaram a ela se identificar muito com Meghan.

“Nós estudamos coisas parecidas e seguimos caminhos semelhantes. Eu me identifico muito com as experiências dela enquanto artista, seus desafios de raça e o que significa ter dupla descendência nos Estados Unidos”, contou Parisa ao E+ em entrevista coletiva para jornalistas da América Latina.

Com tantas semelhanças, a atriz foi questionada se aceitaria deixar seus dias de atuação para trás para se casar, como fez Meghan. “Eu acho que ela expandiu a carreira em vez de largá-la. Eu acho que ela está mudando seu modo de se expressar”, respondeu.

Além de estudar teatro, Meghan é formada em relações internacionais e já serviu em uma embaixada na Argentina. “De certa forma, ela está se tornando uma diplomata para lutar pelas causas que acredita. Acho que se eu pudesse manter meu desejo de mudar o mundo e permanecer fiel aos meus valores, eu faria o mesmo que ela sim”, disse.

Já Murray Fraser, britânico, percebeu em Harry muitas das incertezas que todos enfrentamos em algum ponto da vida. “Eu me reconheci em todas as indecisões dele sobre seu papel no mundo e quem gostaria de ser”, contou. O ator acredita que o príncipe encontrou seu papel por meio dos muitos projetos sociais nos quais está envolvido.

“Não só ele, mas Meghan também. Acho que é por isso que as pessoas estão tão ansiosas pelo casamento. Não só pela cerimônia em si, mas também pelas coisas boas que os dois podem fazer juntos”, falou.

Murray Fraser e Parisa Fitz-Henley interpretando o príncipe Harry e Meghan Markle

Murray Fraser e Parisa Fitz-Henley interpretando o príncipe Harry e Meghan Markle Foto: Reprodução de 'Harry e Meghan: Um Amor Real' (2018)/Lifetime

Murray disse, ainda, que a união de Harry e Meghan fugiu do convencional da família real e que isso vai possibilitar “novos jeitos de abordar o mundo”. Parisa citou o fato de Meghan ser afro-americana como um exemplo da imagem mais condizente com o mundo atual que a realeza britânica procura passar.

Seria por isso que Harry e Meghan são tão populares, até mesmo entre países fora do Reino Unido? “Nesse mundo atual em que há muita divisão entre as pessoas que são diferentes umas das outras, as pessoas desejam ver os diferentes se unindo e querem ver histórias felizes quando há tanta negatividade no mundo”, falou Parisa.

O filme Harry e Meghan: Um Amor Real vai ao ar no Brasil na quarta-feira, 16, às 22h no canal Lifetime.

 

VEJA TAMBÉM: Confira os momentos marcantes de príncipe Harry e Meghan Markle

 

*Estagiário sob supervisão de Hyndara Freitas