As dez músicas solo de Anitta mais ouvidas no Brasil

Laila Nery - ESPECIAL PARA O ESTADÃO

Do funk proibidão até 'Envolver', Anitta já faz sucesso há mais de uma década no Brasil e prova que se encaixa em qualquer palco

'Envolver', de Anitta, é a música mais tocada do mundo, mas com certeza você conhece outras nove que o Estadão selecionou.

'Envolver', de Anitta, é a música mais tocada do mundo, mas com certeza você conhece outras nove que o Estadão selecionou. Foto: YouTube / Warner Music Brasil

Pela primeira vez, o Brasil emplacou uma música no topo das mais tocadas do mundo no Spotify Global. Envolver, de Anitta, recebeu mais de quatro milhões de streams na plataforma, superando sucessos de Glass Animals, Justin Bieber e Imagine Dragons. O Brasil inteiro passou a reproduzir a música para que ela alcançasse o feito. O Estadão resolveu homenagear não só a cantora, mas também os fãs, relembrando dez sucessos solo que marcaram a carreira de Anitta e que mostram a sua versatilidade.

Em 2010 a funkeira começou a cantar nos bailes do Rio de Janeiro à convite dos produtores da Furacão 2000. Um dos grandes sucessos do início da carreira de Anitta foi o hit Eu vou ficar, gravado depois do seu sucesso interpretando covers no YouTube. Nos palcos, Anitta chamava atenção não só pela voz, mas também por criar passos de funk exigentes.

 

 

Como não poderia ser diferente, as músicas do seu primeiro álbum solo, Anitta, cantando em português, estão na lista. Há dez anos a artista divulgava seus primeiros trabalhos de projeção nacional. Sucessos como Meiga e Abusada e Show das Poderosas, aliadas ao passo de funk quadradinho fizeram a carreira da garota de Honório Gurgel deslanchar. 

 

 

 

Em 2015, ela lançou o álbum Bang. Sete anos após a explosão, a faixa principal, escrita por Anitta, Jefferson Junior e Umberto Tavares continua sendo um dos maiores sucessos da artista, com mais de 400 milhões de visualizações no YouTube.

 

 

Com a projeção, Anitta passou a pensar em estratégias para levar a sua carreira para fora do Brasil. Depois de parcerias com grandes nomes da música internacional e latino-americana, em 2017 ela lançou Paradinha, cantando em espanhol. A mistura de funk com reggaeton deu tão certo que o clipe foi reproduzido por quase 400 milhões de vezes no YouTube.

 

A carreira internacional começou a se consolidar e em 2018, quando a cantora lançou mais de dez músicas cantando em espanhol ou inglês. Sozinha, ela lançou os hits Medicina e Veneno, que juntos somam mais de 300 milhões de visualizações no YouTube. O primeiro hit é ambientado na Ásia Continental e o segundo, no Oriente Médio. Ali, Anitta já conquistava o pop mundial, levando o funk carioca para o mundo.

 

 

 

Em 2021, ela lançou Girl From Rio, faixa de abertura do álbum que leva o mesmo nome e deve ser lançado em Abril, pela Warner Records. Todo o disco é focado na carreira internacional de Anitta e, na música, ela explica ao mundo o que é ser uma garota do Rio de Janeiro, que nasceu em Honório Gurgel e passou a infância frequentando o Piscinão de Ramos. Outro grande sucesso de Girl From Rio é Boys Don’t Cry, que mostra uma Anitta ainda mais versátil: com um arranjo pop rock, clássico dos anos 1980, a segunda música mais ouvida de Anitta no Spotify já possui quase de 40 milhões de streams e faz uma reflexão sobre os garotos também sofrerem com o amor não correspondido. 

 

 

Por último, mas não menos importante. Vocês não acharam que íamos deixá-la de fora, não é mesmo? A música mais reproduzida do mundo: Envolver. O hit se tornou nesta sexta-feira, 25, a música mais tocada no Spotify, após uma semana em crescimento. Na sexta, 18, a música ocupava a 17ª posição na plataforma e em uma semana, passou à primeira posição.